Três Lagoas, 22 de setembro
28º C
(67) 99229-0519

Idoso utiliza barra de ferro para se defender de filho durante agressão

Homem de 35 anos é usuário de drogas e perturbava o pai atrás de dinheiro

Por Alfredo Neto
13/09/2021 • 16h10
Compartilhar

Uma briga entre um idoso de 74 anos e próprio filho, de 35, terminou em agressões, na tarde desta segunda-feira (13) no bairro Jardim Itamaraty, rua Washington Luiz, região Sul de Três Lagoas. Para se defender, o pai precisou utilizar uma barra de ferro contra o próprio filho

Por volta das 14h30 desta segunda-feira, a Polícia Militar foi chamada pela primeira vez no imóvel, onde o reclamante disse aos militares que o filho, que é viciado em drogas, teria ido até sua casa e discutido com ele. Além disso, tentou agredi-lo.

No momento, o rapaz não estava no local e não tinha ocorrido a agressão, por isso, o idoso resolveu liberar a viatura e se comprometeu em ligar novamente para a PM, caso o filho retornasse à residência para perturba-lo. Cerca de 45 minutos depois, a Patrulha Comunitária da Polícia Militar precisou voltar ao local. Vizinhos ligaram no 190 da PM e informaram que o idoso e o filho estariam brigando na rua.

Ao chegar ao imóvel, os policiais encontraram o homem de 35 anos caído numa calçada e com sangramento na cabeça e também no pescoço. Para os militares, o idoso disse que minutos após a viatura sair, o filho retornou e passou a xingá-lo, jogar pedras contra seu carro, quebrando vidros traseiros, dianteiros e amassando a lataria. Após essas ações, o homem passou a agredir o idoso, que utilizou uma barra de ferro para se defender.

O filho foi atingido na cabeça sofrendo um corte e também apresentava ferimentos na nuca e no pescoço. A Polícia Militar chamou o resgate, que socorreu a vítima para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). O idoso foi levado para a Terceira Delegacia de Polícia Civil, onde prestou depoimento e o caso foi registrado como lesão corporal leve, decorrente de legítima defesa.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews

VEJA MAIS