RÁDIOS
Três Lagoas, 14 de junho

Liderança de partido conservador não abre mão de disputar candidatura à prefeitura

Mariana Amaral é filiada ao PL e segue como uma das lideranças da cidade vinculada ao ex-presidente Jair Bolsonaro

Por Redação JPNews
03/02/2024 • 15h32
Compartilhar

Segundos fontes, a engenheira ambiental, Mariana Amaral, não abre mão de disputar a Prefeitura de Três Lagoas nas eleições deste ano. Mariana está filiada ao PL, e segue como uma das lideranças da cidade vinculada ao ex-presidente Jair Bolsonaro. Mariana esperava ter o apoio da senadora Tereza Cristina para o seu projeto político. No entanto, a senadora que comenda o PP em Mato Grosso do Sul, decidiu apoiar a pré-candidatura de Cassiano Maia (PSDB). o PP, inclusive, indicará o vice de Maia. 

Radical 

O grupo que está à frente do PL em Três Lagoas tem sido considerado radical de direita e por esse motivo, alguns vereadores não aceitaram filiar-se ao partido. O vereador Sargento Rodrigues, por exemplo, que sempre defendeu e continua defendendo Bolsonaro, não quis filiar ao partido, justamente por esse motivo. Rodrigues prefere continuar fazendo parte do grupo da senadora Tereza Cristina e do pré-candidato Cassiano Maia. Mas, adianta que segue firme com as pautas da direita e em defesa de Bolsonaro.

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aliada 

E a vereadora Sayuri Baez (Republicanos) que encerrou 2023 como oposição a gestão do prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB), deve começar 2024 aliada do PSDB, já que o seu partido deve apoiar a pré-candidatura de Cassiano Maia (PSDB) para Prefeitura de Três Lagoas. 

Oposição 

A oposição na Câmara Municipal de Três Lagoas deve ficar bem enfraquecida em 2024. Além de Sayuri, o vereador Davis Martinelli, que vai para o MDB, também será aliado do PSDB, no apoio a pré-candidatura de Cassiano Maia. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas