RÁDIOS
Três Lagoas, 23 de janeiro
32º C

Missão de Simone Tebet é aumentar pesquisas de intenção de voto até abril de 2022

Leia a coluna Observatório da edição do Jornal do Povo, que circula neste sábado (11)

Por Redação
11/12/2021 • 06h26
Compartilhar

MISSÃO
Os caciques do MDB deram uma “missão” a senadora Simone Tebet. A pré-candidata à Presidência da República terá que aumentar a porcentagem nas pesquisas de intenção de voto até abril de 2022 para continuar na disputa presidencial. 

CHE GUEVARA
O senador Eduardo Braga (MDB/AM), durante discurso de lançamento da pré-candidatura de Simone Tebet à Presidência, usou uma frase atribuída ao guerrilheiro argentino, Che Guevara, para elogiar ela. “Firme, mas sem perder a ternura”.

AUSENTE
Um dos principais caciques do MDB, o ex-presidente do Senado, não participou do lançamento da pré-candidatura de Simone Tebet à Presidência da República. Mesmo sendo emedebistas, Calheiros e Tebet se tornaram adversários desde a campanha para presidência do Senado de 2019 e defende apoio a pré-candidatura de Lula em 2022. 

RECADO 
Já o ex- presidente da República, Michel Temer, não esteve presente, mas gravou um vídeo para ser divulgado durante o evento de lançamento da pré-candidatura de Simone Tebet à presidência da República. “O emedebista pediu que a candidata pregue a pacificação e harmonia no país. “As pessoas querem palavra de tranquilidade, segurança jurídica e harmonia. Espero que a Simone continue nessa linha que é fundamental para revelar a história do MDB, as pautas do MDB”. Simone, no entanto, não poupou críticas ao atual governo de Bolsonaro.

ALIANÇA
A ida de Eduardo Rocha (MDB) para o governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) cheira uma aproximação entre PSDB e MDB nacionalmente. Um exemplo, foi a ida de Bruno Araújo, presidente do diretório nacional do PSDB, no lançamento da pré-candidatura de Simone Tebet à presidência da República. O PSDB cogita Simone vice de João Dória.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews