RÁDIOS
Três Lagoas, 26 de junho

Rodovias estão prestes a serem concedidas à iniciativa privada

O projeto de concessão prevê investimentos, além da implantação de seis pedágios

Por Ana Cristina Santos
21/05/2022 • 12h00
Compartilhar

A Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) realizou nesta semana uma audiência pública para colher sugestões e contribuições para o aprimoramento do projeto de concessão destinado à adequação de capacidade, reabilitação, operação, manutenção e conservação das rodovias MS-112 e trechos das BR-158 e BR-436. 

O prazo de concessão é de 30 anos, atendendo os municípios de Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Inocência, Selvíria e Três Lagoas e beneficiando uma população de 230 mil habitantes. A região atendida tem como atividades econômicas como a agropecuária, silvicultura e indústrias frigoríficas, celulose e açúcar. A estimativa de investimento é de R$ 3,11 bilhões.

A MS-112 vai do entroncamento com a BR-158, em Três Lagoas, até o entroncamento com a mesma rodovia federal, em Cassilândia, em uma extensão de 200,9 km. Já o trecho da BR-158 em concessão segue da MS-306, em Cassilândia, até o entroncamento com a rodovia MS-444, em Selvíria, totalizando 194,9 km. E o da BR-436, do entroncamento com a rodovia BR-158, em Aparecida do Taboado, até o término da ponte rodoferroviária, em uma extensão de 18,10 km. 

O projeto de concessão prevê investimentos, além da implantação de seis pedágios.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews