Três Lagoas, 26 de setembro
28º C
(67) 99229-0519

Sanesul arrecadou R$ 41,6 milhões em Três Lagoas

Em média, a Empresa de Saneamento Básico arrecada R$ 3 milhões por mês no município

Por Ana Cristina Santos
23/08/2017 • 06h40
Compartilhar

A Empresa de Saneamento Básico de Mato Grosso do Sul (Sanesul) arrecadou em 2016, somente em Três Lagoas, R$ 41,6 milhões- valor bruto.  Desse montante, R$ 14,5 foram gastos com serviços operacionais. Por mês, a empresa arrecada em média, R$ 3 milhões em Três Lagoas. Somente no ano passado, a Sanesul teve um lucro líquido de R$ 2 milhões com a arrecadação em Três Lagoas.

 Os dados constam em documentos encaminhados pela empresa ao vereador Antônio Rialino (PTdoB) que, em abril deste ano, apresentou um requerimento solicitando informações do quanto Sanesul arrecada por ano em Três Lagoas, e o montante investido no município no período.  Os números foram divulgados pelo vereador na sessão da Câmara de Três Lagoas desta terça-feira (22).

Para o vereador, a arrecadação da empresa em Três Lagoas é considerável, diante dos serviços e dos investimentos que executa no município. Além disso, entende que o contribuinte não pode ser penalizado com os valores cobrados com a taxa de água e esgoto. Na opinião dele,  esse é um serviço que poderia ter uma taxa menor.

O vereador ficou de analisar os dados e verificar o que pode ser feito diante desses números. O parlamentar considera ainda um absurdo ter renovado o contrato de concessão com a empresa por mais 30 anos. Rialino foi um dos vereadores que, em 2010, não aprovou o projeto que autorizou a Sanesul continuar explorando o serviço por mais 30 anos no município.

GERAL

Em abril deste ano, a Sanesul apresentou o relatório administrativo, que mostrou uma elevação na arrecadação de 80,75% no lucro líquido da empresa no ano passado. Em 2016, a Sanesul que é responsável pelo serviço de água e esgoto em 68 municípios do Estado, teve uma arrecadação líquida de R$ 96,694 milhões.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews

VEJA MAIS