RÁDIOS
Três Lagoas, 16 de abril

SIG prende homem por receptação de celular de vítima de latrocínio em Três Lagoas

Suspeito usava celular que era de vítima achada morta na BR-262

Por Alfredo Neto
03/04/2024 • 02h03
Compartilhar

O Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil (SIG) prendeu, um homem de 35 anos, por receptação nesta terça-feira (2), na rua Yamagut Kankit, bairro Osmar Dutra, em Três Lagoas.

Policiais foram até o local, onde funciona um comércio de reparos em celulares. Em conversa com o proprietário, os policiais civis questionaram sobre um aparelho celular, de cor azul e com uma numeração de IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel) que era pertencente a uma vítima de latrocínio, crime ocorrido no dia 27 de março deste ano. Uederson Moreira do Nascimento foi morto por dois homens, em Três Lagoas, e teve o celular e o carro roubados.

O homem confirmou que o aparelho celular estava no local e buscou o aparelho em um anexo ao comércio. Para os policiais, o suspeito disse que uma pessoa a qual não sabia o nome, mas tinha o endereço, teria deixado o celular para manutenção, em 28 de março, um dia após o latrocínio, e não retornado para retirá-lo.

JPNEWS: BANNER RCN NOTICIAS PATROCINADO ATUALIZADO 27.03.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Questionado sobre a ordem de serviço, com informações do solicitante, orçamento e aparelho, o comerciante disse que não teria feito a ordem de serviço, devido a pessoa que teria deixado o celular no local, ter pedido apenas que fosse dado uma carga de energia e não voltado para buscar.

Ao verificar o celular, os policiais constataram que se tratava do um aparelho que era de Uederson e que após a formatação (exclusão de todos os dados), o mesmo estaria sendo usado pelo dono da loja e o mesmo foi indagado sobre o uso. Para os policiais, o homem de 35 anos relatou que após o aparelho não ser retirado, o mesmo teria passado a usá-lo como aparelho pessoal, sendo limpo a memória e instalado um aplicativo de mensagens (WhatsApp).

Na delegacia, foi apresentado a foto de um homem, que de imediato o comerciante de 35 anos, reconheceu sendo a pessoa que havia “deixado” o celular para dar a suposta carga na bateria. Ao mesmo foi informado que a pessoa da foto, seria o dono da casa, onde um dos assassinos de Uederson Moreira do Nascimento, estria escondido após o crime e foi preso em flagrante.

Após ouvir o homem de 35 anos, os policiais civis do SIG, deram voz de prisão pelo crime qualificada e o levaram para a carceragem da 1ª Delegacia de Polícia Civil, para ser apresentado a justiça. O celular que pertencia ao homem morto a facadas, foi devolvido a viúva e o caso segue em investigação pela 3ª DP e o SIG de Três Lagoas (MS).

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas