RÁDIOS
Três Lagoas, 22 de fevereiro

Três Lagoas recebe 800 pacientes de transferência por mês

Transferência de pacientes entre municípios é regulamentada pelo sistema Core

Por Emerson William
11/02/2024 • 09h18
Compartilhar

Três Lagoas recebe, por mês, cerca de 800 pacientes em transferência de outros 10 municípios macrorregião de saúde, segundo levantamento apresentado na 1ª Conferência do Comitê de Hospitais da Costa Leste, realizado na quarta-feira (7).

Cerca de 50% destes pacientes são encaminhados ao Hospital Auxiliadora. Segundo o diretor Executivo, Marco Calderon, a maior busca por atendimentos que vem de fora é para cirurgias complexas, causadas por traumas em acidentes. “A gente recebe muito paciente para cirurgia geral, ortopedia, maternidade e gestação, hemodiálise e oncológico. Temos muitas outras especialidades, mas o trauma ainda é o mais buscado. Esse parque tecnológico que nós temos hoje, faz com que os pacientes tenham o atendimento e uma sequência ímpar. São poucos casos que encaminhamos para Campo Grande.

Outros 50% são encaminhados para o Hospital Regional da Costa Leste Magid Thomé. Desde o ano passado, tem atendido em urgência e emergência na cardiologia. Por mês, cerca de 90 procedimentos são realizados nesta especialidade.

A transferência de pacientes entre municípios é regulamentada pelo sistema “Core”, exclusivo do Estado de Mato Grosso do Sul. O sistema faz a avaliação de vagas disponíveis para cada quadro e a necessidade de encaminhamento para hospitais que atendem em casos de maior complexidade. O sistema foi criado em 2017, mas, apenas em 2023, todos os 79 municípios aderiram ao recurso.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas