RÁDIOS
Três Lagoas, 16 de junho

União libera R$ 19,2 milhões para obras do contorno rodoviário

Contorno rodoviário está orçado em R$ 157 milhões e trecho da região Norte deverá ser concluído neste ano

Por Ana Cristina Santos
18/05/2024 • 10h00
Compartilhar

O Ministério do Planejamento e Orçamento abriu crédito suplementar de R$ 19,2 milhões para serem aplicados na construção do contorno rodoviário em Três Lagoas, no trecho que interliga as BRs 262 e 158. Segundo o engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), Milton Rocha Marinho, esse trecho, na região Norte da cidade, começará a receber a pavimentação em concreto neste mês.

A conclusão desse trecho possibilitará desafogar a avenida Ranulplho Marques Leal, no perímetro urbano da BR- 262, que corta a cidade. Atualmente, a empresa responsável pelos serviços executa as obras de terraplenagem e trabalha na construção dos viadutos no contorno rodoviário.

Segundo Marinho, esse trecho ficará pronto ainda este ano e possibilitará, aos veículos pesados, acesso direto entre as rodovias, sem a necessidade de trafegar pela avenida Ranulpho Marques Leal. Da BR-262, nas proximidades da Fazenda Rodeio, o contorno seguirá em direção à BR-158, nas proximidades da MS-320. Quem pegar esse trajeto, terá opção de seguir sentido Selvíria, ou para o Estado de São Paulo, passando pelo perímetro urbano de Três Lagoas através do anel viário Samir Thomé.

JPNEWS: BANNER  CASA DOS SONHOS CONTR. 28807 01.02 A 31.10.2024 ATUAL. 05.04.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O motorista também terá a opção de continuar pela BR-262, passando por Três Lagoas, e seguir no sentido Brasilândia ou São Paulo. Nesse caso, se o condutor preferir, poderá passar pela avenida Ranulplho Marques Leal, que corta o perímetro urbano da cidade, ou poderá seguir pelo contorno rodoviário.

De acordo com o engenheiro do Dnit, não tem faltado recursos para a construção dessa obra, orçada em R$ 157 milhões. A previsão é inaugurar todo o contorno no segundo semestre de 2025. 

O objetivo do contorno é evitar que caminhões e carretas passem por dentro da cidade, evitando tráfego pesado na avenida Ranulpho Marques. 

CINTURÃO VERDE 
Na divisa com o estado de São Paulo, o contorno vai passar por lotes do Cinturão Verde. Com isso, 17 famílias terão que deixar o local. O engenheiro do Dnit, em Três Lagoas, Milton Rocha Marinho, informou que as famílias que serão afetadas pela obra do contorno serão indenizadas pelas benfeitorias feitas nos lotes.

Veja a reportagem abaixo:

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas