OBSERVATÓRIO

Prefeito de Três Lagoas pula até corda

Saiba mais sobre os bastidores da política de Três Lagoas

Por Redação
01/04/2017 • 10h09
Compartilhar

CANDIDATOS ?
O vice-prefeito de Três Lagoas, Paulo Salomão (PSDB), e o presidente do Legislativo local, André Bittencourt (PSDB), procuram não falar muito sobre as eleições do ano que vem. Consideram que o assunto não é uma “prioridade”. Mas, a julgar pelo empenho dos dois nesses primeiros 100 dias de atuação, não se pode negar que 2018 é logo alí.

NOVOS VOOS
E por falar em candidaturas, mais uma que já desponta é a de Eduardo Rocha (PMDB), que não deve disputar a reeleição na Assembleia Legislativa para tentar uma cadeira na Câmara Federal.

NÃO É FRACO
E o prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB), já mostrou que não é de gabinete. Depois de ajudar no recolhimento de materiais inservíveis durante a Operação Meu Bairro Limpo, comprovou que está em forma, ao pular corda, em um momento de descontração. Além de fazer tudo isso, entre outros afazeres de gabinete e na rua, Guerreiro também foi visto recolhendo cadeiras após evento público na Feira Florestal, que aconteceu no Arenamix.

LIMPEZA
E o prefeito Ângelo Guerreiro determinou a limpeza das instalações da antiga estação ferroviária na área central da cidade, que está abandonada pela União, responsável pelo local. Diante do mau cheiro terrível, Guerreiro determinou que neste sábado seja realizada uma limpeza geral no local.

CONDENADO
Após decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça), o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS) terá que pagar uma multa no valor de R$ 5.841,882,94, por prática de “promoção pessoal”, na época em que era secretário estadual de Segurança Pública, na gestão de Zeca do PT.

SEM DEFINIÇÃO
E por falar no prefeito caubói, até agora Guerreiro não definiu quem será o seu líder de governo e do partido na Câmara de Vereadores. Apesar de não ter uma definição, o que não falta são parlamentares para defender o seu governo.

TERCEIRIZAÇÃO
O presidente Michel Temer sancionou ontem (31), com três vetos, a lei que libera a terceirização para todas as atividades das empresas. O texto foi publicado nesta sexta-feira em edição extra do Diário Oficial da União. A lei começa a valer a partir da data de publicação. Temer já deu demonstração que não está nem ai para as manifestações. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Observatório

VEJA MAIS