OBSERVATÓRIO

Vereadores cobram administração municipal; Guerreiro pode perder aliados

Leia a coluna Observatório, publicada na edição deste sábado (13) no Jornal do Povo

Por Redação
13/05/2017 • 10h38
Compartilhar

COBRANÇAS

Vereadores de Três Lagoas começaram a fazer cobranças mais contundentes a administração municipal. Na sessão de terça-feira (9), por exemplo, alguns parlamentares fizeram várias cobranças ao Executivo, inclusive, vereadores que são da base do prefeito Ângelo Guerreiro.

COBRANÇAS II

Alguns vereadores foram mais comedidos em suas cobranças, enquanto outros, usaram tom mais duro. Esse foi o caso do vereador Antônio Rialino (PTdoB), que usou a tribuna para dizer que o prefeito não governa sozinho, que é preciso administrar em parceria com o Legislativo, o que não estaria acontecendo. 

HABILIDADE

Há quem diga que o prefeito Ângelo Guerreiro vai precisar de mais habilidade para continuar administrando a cidade. E que a parceria com o Executivo é importante para o bom andamento da administração. Será que os vereadores não estariam exagerando nas cobranças, ou o prefeito que não tem muita paciência com alguns pedidos?

COMPARAÇÃO

A acusação do envolvimento do ex-governador André Puccinelli (PMDB) na Operação Lama Asfáltica pode refletir de duas maneiras na eleição do próximo ano, caso ele resolva disputar novamente o governo do Estado. Na opinião do seu principal adversário político, o ex- governador Zeca do PT, se não for comprovada às denúncias, ele pode voltar mais forte. Zeca citou como exemplo, o caso envolvendo o ex- presidente Lula. “Pega o caso do Lula, com quatro ou cinco investigações, fica cada vez mais forte porque começa a cair à ficha de que não tem provas suficientes”, comparou. 

ESCLARECIMENTOS 

A Câmara de Vereadores de Três Lagoas deve convocar a empresa Viação Três Lagoas, responsável pelo transporte público na cidade, para prestar esclarecimentos sobre o serviço que vem prestando no município, que tem gerado inúmeras reclamações. O vereador Ivanildo Teixeira (PSB), inclusive, sugeriu que um Termo de Conduta possa ser assinado entre o poder público e a empresa, com obrigações para que a concessionária possa melhorar a prestação de serviço.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Observatório

VEJA MAIS