RÁDIOS
Campo Grande, 19 de maio

Operação Delivery: PRF investiga esquema de envio de drogas pelos Correios

O preso poderá responder pelo crime de tráfico de drogas entre estados brasileiros; tudo era feito pelo serviço público postal

Por Glória Maria
04/05/2022 • 18h32
Compartilhar

A Polícia Federal (PF) cumpriu nesta quarta-feira (4) um mandato de busca e apreensão e outro mandado de prisão preventiva em Campo Grande, com a finalidade de combater o crime de tráfico de drogas pelos Correios, serviço postal oficial do país.

Durante a ação, denominada Operação Delivery, em alusão ao serviço de entregas feito pelos Correios, foi identificada uma pessoa que desde 2019 teria sido responsável por postar cerca de 20 encomendas com entorpecente só nas agências da capital sul-mato-grossense.

Apesar da ação, não foi divulgado pela Polícia Federal o montante envolvido no tráfico, nem mesmo o peso e qual droga era enviada pelo suspeito pelos Correios. O homem não foi identificado e está na carceragem da PF em Campo Grande.

Em nota os Correios enfatizam que trabalham em parceria com os órgãos de segurança pública para coibir o tráfego de itens proibidos por meio do serviço postal. Quando algum objeto com conteúdo proibido ou ilícito é detectado, eles acionam os órgãos competentes.

Muitas das operações investigatórias realizadas começam por apreensões realizadas pela fiscalização interna dos Correios. Como o serviço é de competência federal, é sempre a PF a responsável por realizar as apurações devidas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande