RÁDIOS
Três Lagoas, 21 de maio

Bombeiros resgata vítima de esfaqueamento no Vila Piloto

Vítima seria suspeita de realizar diversos furtos e dever para traficantes

Por Alfredo Neto
25/01/2022 • 03h33
Compartilhar

Um homem de 23 anos foi socorrido em estado grave após ser esfaqueado por três pessoas no início da madrugada desta terça-feira (25) na rua Dois, de frente ao Círculo Militar no bairro Vila Piloto, região Leste de Três Lagoas.

M.J. de O. da S.L. estava na residência que é de propriedade de outra pessoa, acompanhado de uma mulher, quando ouviram chamar no portão pelo nome da vítima e bater insistentemente para abrir. A vítima que já temia pelo pior por ter contraído dívidas de drogas, relatou para a mulher que não abrisse o portão.

Um dos homens que que chamava do lado de fora, conseguiu entrar na residência após escalar o muro e invadir a casa, após acessar o interior do imóvel o homem abriu o portão para mais dois comparsas que estavam do lado externo. A vítima tentou fugir para um corredor no fundo do imóvel, mas acabou encurralado e agredido pelo trio.

Enquanto o trio agredia a vítima, um dos autores retirou da cintura uma faca e começou a golpear a vítima que teve perfurações no braço, tórax, costas e pescoço. A mulher conseguiu ligar para o Corpo de Bombeiros e para a Polícia Militar que foram até o local. Ainda consciente a vítima relatou que é viciado em drogas e que teria adquirido uma dívida com traficantes do bairro e estaria sendo acusado por outros criminosos de estar realizando furtos em série na região do bairro Vila Nova, Jardim São Jorge, Cangalha e Vila Piloto, mas que não era ele o autor dos furtos.

A vítima foi levada consciente e desorientada com sangramento abundante e hemorragia interna devido as facadas. A Polícia Militar realizou rondas na tentativa de capturar os suspeitos, mas ninguém foi encontrado e o caso registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews