Três Lagoas, 20 de setembro
34º C
(67) 99229-0519

Busca por vacina provoca aglomeração e longas filas

Corrida e fila pela imunização contra a Covid, moradores estão madrugando na Central

Por Tatiane Simon
24/07/2021 • 15h00
Compartilhar

Com as doses de vacina contra a Covid-19 concentradas em um único local - na Central de Imunizações, centenas de três-lagoenses estão madrugando nas filas para garantir a imunização. A corrida pela primeira dose tem provocado um efeito colateral: a aglomeração de pessoas em volta da Central, que opera na Biblioteca Municipal Rosário Congro desde maio deste ano. 

A estratégia da Secretaria Municipal de Saúde é concentrar a vacinação de primeira dose na Central e destinar somente segunda dose às unidades de saúde. Isso porque, segundo a pasta, desafogaria os postos de saúde que já precisam atender pacientes de rotina, que vão ao local para consultas médicas, realização de exames, recebimento de medicamentos e, inclusive, para aplicação de outras vacinas. “Na contrapartida, a Central de Imunizações dá mais celeridade à vacinação com ações de mutirão, como tem ocorrido há três semanas e, por isso, se esgotam tão rapidamente. O objetivo é vacinar o máximo de pessoas possível com a D1 (dose 1) em mutirões assim. Além disso, não temos previsão de quantidade de doses. É mais fácil concentrar na Central do que dividir em 16 unidades de saúde”, explica a titular da pasta, Elaine Fúrio. 

REBOTE
A medida, no entanto, não garante vacina para quem aguarda na fila. Foi o caso da dona de casa, Cátia Pavanelli, que ficou por mais de duas horas na fila durante o mutirão de sábado passado, mas as doses esgotaram antes que a vez dela chegasse. 

JPNEWS: CONQUISTA SEGUROS BONIFICAÇÃO CONTRATO 37546
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Drive-thru
A secretária municipal de Saúde, Elaine Fúrio, afirmou que a pasta não descarta a possibilidade de ações descentralizadas no formato drive-thru para vacinar mais pessoas dos grupos prioritários contra o Coronavírus, em Três Lagoas. Para isso, segundo ela, o município precisaria receber uma quantidade considerável de doses. “Nós não temos previsão nem quando e nem quantas doses virão em cada lote. É sempre uma surpresa e nos articulamos rapidamente para esgotar as doses dentro de, no máximo, dois dias com a vacinação centralizada em um único ponto, que é na Central de Imunizações. No entanto, se formos contemplados com, pelo menos, 3 mil doses de uma só vez, aí sim seria o caso de colocarmos equipes em pontos distintos da cidade”, explica.

A titular da pasta destaca que, em média, Três Lagoas recebe entre um e quatro mil doses de diferentes fabricantes. A quantia, conforme Fúrio, é baixa a ponto de distribuí-las para as unidades de saúde dos bairros e também para realizar campanha de drive-thru. “Mas consideramos a possibilidade. Desde que valha o esforço”, pondera.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews

VEJA MAIS