RÁDIOS
Três Lagoas, 19 de abril

Centro de Controle de Zoonoses registra 61 picadas de escorpiões neste ano

Em todo o ano passado, foram 523 ataques de escorpiões registrados em Três Lagoas

Por Ana Cristina Santos
20/02/2024 • 10h15
Compartilhar

Em menos de dois meses deste ano, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), já registrou 67 notificações de ocorrências com escorpiões. Dessas, 61 foram de picadas. Em todo o ano passado, foram 618 notificações de aparecimento de escorpiões, sendo 523 de picadas. 

Em busca de abrigo e lugar seco, os aracnídeos saem de seus esconderijos em busca de refúgio, e é exatamente neste momento que eles aparecem dentro das casas. Foi o que aconteceu na residência da Vilma Neri, moradora do bairro Vila Nova, em Três Lagoas. Na manhã desta segunda-feira (19), ela encontrou um escorpião amarelo (Tityus serrulatus), na varanda de casa. “Foi a primeira vez que encontrei um escorpião em casa. Tinha o maior medo, sempre balanço o sapato antes de calçar. As pessoas precisam manter os quintais limpos e ajudar a prefeitura, que limpa, mas as pessoas vão e jogam lixo nos terrenos”, disse Vilma que mora há mais de 40 anos no bairro e mantém o quintal e a casa limpos.

Segundo o médico veterinário do CCZ, Hugo Nogueira, o escorpião amarelo, é o que tem maior presença e causa mais acidentes no munícipio. A picada do animal pode acarretar sérios riscos à saúde e até matar, pois seu veneno é neurotóxico e age no sistema nervoso periférico.

Confira a reportagem abaixo:

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas