RÁDIOS
Três Lagoas, 16 de agosto

Empreiteira vence licitação para executar duas grandes obras em Três Lagoas

A empresa S.A Paulista de Construções e Comércio, com sede em São Paulo executará obras do contorno rodoviário e da MS-320

Por Ana Cristina Santos
25/06/2022 • 11h00
Compartilhar

A empresa S.A Paulista de Construções e Comércio, com sede em São Paulo, venceu licitação para a execução de duas grandes obras, em Três Lagoas, que somam mais de R$ 233 milhões. Uma obra é a de pavimentação da rodovia MS-320, no trecho de Três Lagoas até Paraíso das Águas, orçada em R$ 76,8 milhões. Serão 31,725 quilômetros de rodovia a serem pavimentadas.

A segunda obra que a empresa vai executar é a de construção do contorno rodoviário, orçado em R$ 157 milhões, que vai desviar o tráfego de veículos pesados da avenida Ranulpho Marques Leal, trecho urbano da BR-262. 

A empreiteira está na fase de montagem do canteiro das duas obras, que vão gerar empregos e aquecer a economia nesse período de construção dos empreendimentos. A empresa terá o prazo de 18 meses para concluir a pavimentação desse trecho da MS-320. O investimento nesta rodovia será feito com recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul). 

Nesta semana, durante autorização para o início das obras da MS-320, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), disse que a se a empreiteira adiantar o cronograma paga antecipado, pois tem dinheiro em caixa.

A rodovia MS-320 terá uma pavimentação de 95 km, sendo feita em três etapas. Esta primeira etapa será de 31,725 km (lote 3) e depois serão realizadas as outras duas fases, que visam interligar Três Lagoas até a cidade de Inocência e Água  Clara.  A pavimentação desta via, de acordo com o governador, será importante para o escoamento da produção, principalmente agora, com a construção da fábrica de celulose da Arauco, em Inocência. 

CONTORNO

A empreiteira também já iniciou a montagem do canteiro para a construção da obra do contorno rodoviário e paralelo trabalha também na parte de medição da área onde será construído o primeiro viaduto, na BR-158, na saída de Três Lagoas para Brasilândia.

Depois dez anos de espera desde o primeiro anúncio, no início deste mês, o Ministério de Infraestrutura autorizou o início das obras, que serão executadas em 26,46 quilômetros de rodovias. Os serviços incluem a implementação de pista dupla, sinalização vertical e horizontal, serviços de drenagem e pavimentação e construção de oito viadutos  na parte final da rua Trajano dos Santos, no trecho por onde passava a linha férrea, ao longo da a BR-262 e BR-158, viaduto sobre a vicinal e mais um na ponte sobre o Córrego da Onça, além de viaduto na região de Jupiá  e linha ferréa. O projeto foi desenhado para melhorar a infraestrutura rodoviária local, interligando a BR-158, na saída para Brasilândia e Selvíria, e BR-262,  sentido Campo Grande.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Três Lagoas