RÁDIOS
Três Lagoas, 21 de maio

Empresa anuncia mudanças e redução na oferta de voos em Três Lagoas

Atualmente, a escala de voos em Três Lagoas tem sido de cinco voos semanais, com exceção das terças e quintas

Por Emerson William
22/04/2024 • 10h48
Compartilhar
TODAS AS PRAÇAS: BOX INTERNA NESCAU ATÉ 31.12.24

A Azul Linhas Aéreas tem reduzido a oferta de voos saindo do aeroporto municipal Plínio Alarcon, em Três Lagoas. Até o mês de março eram sete por semana com destino a Campinas, interior de São Paulo. Atualmente, a escala de voos em Três Lagoas tem sido de cinco voos semanais, com exceção das terças e quintas. Segundo a companhia, para o mês de maio, serão em média apenas seis voos por semana. As alterações são por tempo indeterminado.

Segundo a companhia, para o mês de maio, serão em média apenas seis voos por semana. Os voos dos dias 1/05, 3/05, 4/05 e 5/05 já estão cancelados, e não devem haver voos aos domingos durante todo o mês. Já em junho, não devem haver voos aos sábados.

O médico veterinário, Gabriel Vilela, costuma pegar voos saindo de Três Lagoas e contou que sempre se planeja antes de viajar de avião, e pontou que essas mudanças de itinerário acabam prejudicando a logística dos passageiros.

TODAS AS PRAÇAS: BANNER BRILHANTE ATÉ 31.12.24
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os horários também foram alterados, até o final de abril, a partida ocorrerá às 15h. Aos finais de semana e na terça, 30 de abril, o horário será às 10h. 

Para o mês de maio, de segunda a sexta, os voos terão horário de partida às 14h, exceto no dia 2 e aos fins de semana, que o horário se manterá às 10h. Para junho continua neste mesmo horário, podendo sofrer alterações.

“A gente sempre compra passagens de voos antecipado. E com essas mudanças com certeza vai gerar transtornos. Acho que precisa de mais demandas de voos, não só para Campinas, mas também direto para São Paulo”, lamentou o médico Gabriel.

A tosadora, Carla Garcia, contou que a diminuição na frequência de voos pode forçar passageiros a buscarem outros aeroportos para partidas. “Vai dificultando cada vez mais. Aí vai vamos ter que ir para Araçatuba para pegar voo. Três Lagoas está em crescimento e precisa de mais voos”, reclamou.

Recentemente, a Associação Costa Leste de Artesãos de Mato Grosso do Sul abriu um quiosque com produtos manufaturados pelos artistas, no aeroporto. A presidente da associação, Aline Araújo, contou que, mesmo com a redução da oferta de voos, ainda não houve impacto negativo nas vendas.

Com a oferta sofrendo uma redução constante, uma das alternativas buscadas pela administração é a reforma do aeroporto, que deve ser realizada pelo governo do estado. De acordo com o superintendente do aeroporto municipal Plínio Alarcon, Flávio Thomé, a expectativa é de que o novo espaço atraia mais investimentos ao transporte aéreo no município.

“Nós respondemos o governo do estado, dizendo que nós temos o interesse para eles vierem até Três Lagoas fazer um estudo. Eles já estão fazendo um levantamento da parte operacional e patrimonial do aeroporto, para ver a viabilidade deles assumirem nosso aeroporto. E também, estamos desenvolvendo um projeto junto à prefeitura para ampliarmos o aeroporto”, explicou Flávio Thomé.

O projeto deve ser entregue até o final do mês de maio e a expectativa é de que o estado passe a administrar o aeroporto e inicie a reforma ainda neste ano. Sobre a expectativa para novas companhias e uma maior oferta, o superintendente também afirma que as tratativas ainda estão em andamento para oferecer uma proposta de incentivo às companhias.

Em nota, a Azul Linhas aéreas esclarece que a redução faz parte de um processo rotineiro de ajuste à capacidade de demanda podendo sofrer alterações, com aviso por antecedência.

Confira na reportagem abaixo: 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas