RÁDIOS
Três Lagoas, 30 de junho

Fábrica de celulose em Inocência será anunciada nesta quarta

Maior empreendimento de celulose do mundo será instalado na Costa Leste de MS

Por Ana Cristina Santos
21/06/2022 • 19h48
Compartilhar

O maior empreendimento de celulose do mundo que será instalado em Mato Grosso do Sul, vai ser anunciado nesta quarta- feira, 22, pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Trata-se de uma indústria de celulose que será instalada no município de Inocência, na região Leste de Mato Grosso do Sul. O Jornal do Povo anunciou com exclusividade a instalação do empreendimento.

Conforme divulgado pelo Jornal do Povo, o investimento será feito pela empresa chilena Arauco, que há anos tenta instalar uma indústria de celulose em Mato Grosso do Sul. O grupo já possui, inclusive, eucaliptos plantados em Inocência, onde será instalada a fábrica.

O anúncio será às 14h no Bioparque Pantanal, em Campo Grande. O prefeito de Inocência, Toninho da Cofap já está na Capital para participar do evento. Devido a contrato de confidencialidade, município e Estado não poderiam dar detalhes do projeto antes do anúncio oficial. 

JPNEWS: BANNER SUMAPRO DE 08.06 A 07.07.2022
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Embora não tenha sido resolvida a questão de compra de terras brasileiras por estrangeiros, a Arauco pode tranquilamente instalar sua fábrica no Brasil, já que ela comprará o maciço florestal de terceiros.

Se concretizada, esta será a quinta unidade de celulose em MS.

Mato Grosso do Sul conta atualmente com três fábricas de celulose instaladas e em operação no município de Três Lagoas: uma da Eldorado Brasil, com capacidade de produção de 1,8 milhão de toneladas de celulose por ano; duas da Suzano, que produzem 3,25 milhões de toneladas por ano. A Suzano iniciou a construção de mais uma fábrica no Estado, em Ribas do Rio Pardo, que será a maior planta industrial de celulose do mundo, produzindo 2,55 milhões toneladas/ano.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews