RÁDIOS
Três Lagoas, 21 de maio

Homem com traumatismo craniano é socorrido pelo Samu em estado gravíssimo

A Polícia Civil irá investigar se houve agressão ou queda para provocar a lesão na cabeça da vítima

Por Alfredo Neto
24/01/2022 • 08h30
Compartilhar

Um homem de 53 anos foi resgatado em estado gravíssimo após ser encontrado com um traumatismo craniano na noite de sábado (22) na rua Etelvino Custódio de Queiroz, no bairro Jardim Athenas, região Norte de Três Lagoas.

Consta no boletim de ocorrência que por volta das 19 horas de sábado, a Polícia Militar foi chamada no endereço citado à cima, para dar apoio ao Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) no resgate de uma vítima que possivelmente teria sofrido uma agressão. Ao chegar no local os militares conversaram com a dona da casa que relatou aos policiais que a vítima fora seu padrasto há mais de 20 anos atrás e por ser pai de três de seus irmãos, teria convivência e contato com os familiares.

A mulher disse aos policiais que não estava na casa no momento do resgate, que seu irmão teria chegado na casa e encontrado a vítima Valdir Auxiliador de Oliveira (53), caído na varanda da residência convulsionando e seu irmão no desespero ligou para o Samu, que socorreu a vítima para o Hospital Auxiliadora. Ainda para os militares a mulher relatou que devido a convivência com a vítima vir há anos, Valdir rotineiramente passava pelo local e naquela noite o portão não estava trancado, o que facilitou o acesso da vítima ao interior do imóvel.

Após ouvir a moradora da residência, os militares foram até o Hospital Auxiliadora onde em conversa com a equipe médica foram informados que Valdir Auxiliar de Oliveira, deu entrada na emergência do hospital em estado grave, levado pelo Samu e que a vítima estava intubada e respirando com ajuda de aparelhos devido à um traumatismo craniano. Depois de coletar as informações no hospital os militares foram para à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) onde registraram um boletim de ocorrência por lesão corporal.

O caso será investigado pela Primeira Delegacia de Polícia Civil, em 30 dias o inquérito dizendo se o traumatismo craniano que deixou Valdir em estado gravíssimo, teria sido causado por agressão ou uma queda, deverá ser apresentado pela 1ªDP.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews