Três Lagoas, 24 de setembro
26º C
(67) 99229-0519

Motorista é preso pela segunda vez após cometer mesmo delito que há 7 meses

Segundo a polícia, as fotos dos documentos foram trocadas pelas do condutor

Por Tatiane Simon
03/01/2018 • 10h51
Compartilhar

Um homem, de 35 anos, foi preso pela segunda vez por cometer o mesmo delito que há sete meses: dirigir utilizando documento falso. A prisão ocorreu nesta quarta-feira (3), na rodovia BR-262, na altura do quilômetro 141, em Água Clara. Ele já havia sido preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Três Lagoas também por uso de CNH falsa.

De acordo com a PRF, durante o flagrante nesta madrugada, o condutor dirigia um caminhão placas de Bandeirantes (MS) e estava acompanhado da esposa. Ele apresentou a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que tinha sinais de inautenticidade.  A equipe policial solicitou outro documento de identificação e o suspeito mostrou o RG, também com indícios de falsificação.

Em verificação aos sistemas de informação, os policiais descobriram que se tratava de pessoas diferentes. Nos documentos as fotos foram trocadas pelas do condutor.

Questionado pelos policiais, o motorista, informou que é habilitado, na categoria B, mas sua carteira estava vencida há mais de 30 dias. Ele informou que comprou a CNH em Campo Grande por R$ 1 mil porque tinha problemas na visão e baixo nível de escolaridade. Segundo ele, o nome falso seria para dificultar a descoberta da habilitação falsa, já que o nome no documento é de uma pessoa regularmente habilitada.

Ele foi preso e encaminhado para a Polícia Federal de Três Lagoas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews

VEJA MAIS