Três Lagoas, 05 de agosto(67) 99229-0519
JPNEWS: SENAR PI 1507

O que esperar do novo presidente

Leia o Editorial deste sábado (1º) do Jornal do Povo

Por Redação
01/09/2018 • 07h28
Compartilhar

Essa talvez seja a principal dúvida dos brasileiros neste período que antecede as eleições de 7 de outubro. A escolha de um novo mandatário sempre suscita o questionamento do que se pode esperar, quais as soluções que o eleito poderá dar aos problemas da Nação e, principalmente, o que isso resultará em melhora da qualidade de vida no país. Da mesma maneira, as dúvidas sobre desemprego, crescimento econômico, investimentos em segurança, saúde e educação povoam a cabeça do eleitor.

Afinal, são múltiplos os questionamentos e dúvidas sobre o que o novo presidente poderá fazer e quais ferramentas usará para encaminhar os graves problemas que a nação brasileira atravessa. Além do desemprego, que assombra mais de 12 milhões de pessoas, levantamento divulgado nesta semana sobre a qualidade do ensino oferecido ao estudante é também, assombroso. Uma mínima quantidade dos estudantes sai do ensino fundamental sabendo Matemática e Língua Portuguesa, entre outras disciplinas.

Esse não é um problema tão preocupante quanto o do desemprego? Será que gastar um quarto de toda a arrecadação obtida com tributos e não obter resultados satisfatórios não é tão grave quanto a  desqualificação do trabalhador agravando  a falta de trabalho ? Evidentemente que sim. 

Ao mesmo tempo em que se estufa a campanha eleitoral com questionamentos e soluções mágicas sobre como empregar a população, se deixa sem solução um problema igualmente grave. O Brasil gasta constitucionalmente fortunas que poderiam, por meio de incentivos, gerar empregos a essa multidão. Mas, preferiu maquiar o clientelismo com subsídios sociais. O resultado é uma Nação de desempregados com estudantes sem formação adequada e consequentemente despreparados. Do novo presidente, portanto, não se deve esperar apenas soluções para o desemprego. Nem mesmo só para a educação. Mas, antes da cobrança e do questionamento, é preciso haver avaliação, ponderação e reconhecimento de erros.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews

VEJA MAIS