RÁDIOS
Três Lagoas, 22 de maio

Reforma do prédio da antiga estação ferroviária será entregue no final do ano

Após a reforma, o local vai abrigar o Departamento de Cultura, que atualmente funciona na sede antiga prefeitura

Por Ana Cristina Santos
08/06/2019 • 10h00
Compartilhar
TODAS AS PRAÇAS: BOX INTERNA NESCAU ATÉ 31.12.24

A reforma do prédio da antiga estação ferroviária de Três Lagoas, na área central da cidade, será concluída e entregue no final do ano, segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Adriano Barreto.

As obras foram iniciadas no mês passado e são executadas por uma empresa que tem realizado a reforma das escolas municipais.  A reforma do local só foi possível porque o prédio que pertencia à extinta Rede Ferroviária Federal, foi repassado ao município.

 Após a reforma, o local vai abrigar o Departamento de Cultura, que atualmente funciona na sede antiga prefeitura, na praça senador Ramez Tebet, também no centro.

JPNEWS: BANNER  CASA DOS SONHOS CONTR. 28807 01.02 A 31.10.2024 ATUAL. 05.04.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após a mudança, o antigo Paço Municipal Rosário Congro também passará por reformas. Atualmente, o local também é utilizado para os cursos culturais.

Para evitar que o prédio seja novamente depredado e sirva de abrigo para moradores de rua e usuários de drogas, o projeto desenvolvido pela prefeitura prevê o cercamento do local. Um projeto de iluminação também será desenvolvido, garantindo, segundo o secretário, mais segurança para quem transita pelo local.

SEGURANÇA
Barreto destaca que esse não é o projeto final para o prédio. A ocupação de toda área que pertencia à antiga ferrovia, segundo ele, depende de recursos que o município tenta conseguir por meio de um financiamento que incluiu também obras de infraestrutura para a cidade. A ideia de ocupar o prédio agora é evitar que o local continuasse alvo de vandalismo.  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas