RÁDIOS
Três Lagoas, 24 de abril

Transformadores de energia sobrecarregam e pegam fogo nos bairros Santos Dumont e Jardim dos Ipês

Devido ao aquecimento e ao uso de óleo como combustível, esses equipamentos podem entrar em combustão espontânea

Por Any Galvão
12/03/2024 • 09h16
Compartilhar

Moradores de diversos bairros de Três Lagoas têm registrado transformadores de energia pegando fogo durante a noite, gerando preocupação e interrupção no fornecimento de energia elétrica.

Os transformadores, localizados nos postes de energia elétrica, têm como principal função baixar ou elevar a tensão da eletricidade. No entanto, devido ao aquecimento e ao uso de óleo como combustível, esses equipamentos podem entrar em combustão espontânea.

Um dos incidentes foi relatado na rua Jamil Jorge Salomão, no bairro Santos Dumont. Moradores afirmaram que o fogo começou por volta das 18h30, resultando na suspensão do fornecimento de energia por três horas.

JPNEWS: BANNER RCN NOTICIAS PATROCINADO ATUALIZADO 27.03.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na mesma semana, outro incidente ocorreu na rua Caetano Brusche com Angelina da Rosa Dias, no bairro Jardim dos Ipês, onde outro transformador pegou fogo durante a noite, deixando os moradores sem energia elétrica.

Com a atual onda de calor e o aumento do uso de equipamentos elétricos, a rede de energia fica sujeita a sobrecargas. A gerente da concessionária de energia de Três Lagoas, Pamella Rocca, aconselha os moradores a se afastarem do local em caso de incêndio e a informarem a concessionária imediatamente.

Para relatar casos de transformadores pegando fogo, a orientação é entrar em contato com a concessionária de energia através do número 0800 701 01 03 o mais rápido possível, a fim de evitar acidentes graves.

Confira a reportagem abaixo:

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas