Três Lagoas, 05 de agosto(67) 99229-0519
JPNEWS: SUZANO

Três Lagoas não será afetada com a saída de Cuba do programa Mais Médicos

Mato Grosso do Sul tem 144 profissionais cubanos atendendo em 44 municípios

Por Ana Cristina Santos
16/11/2018 • 06h23
Compartilhar

Em Mato Grosso do Sul, 44 municípios serão afetados com a saída de Cuba do programa Mais Médicos do governo federal. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 144 profissionais cubanos trabalham em Mato Grosso do Sul.

Corumbá será o município mais afetado. A cidade perderá 10 médicos; seguida de Dourados (9); Costa Rica (5) e Deodápolis (4). Outros 40 municípios tem de uma três profissionais cubanos.

Três Lagoas não aderiu ao programa Mais Médicos. Na época, a Secretaria Municipal de Saúde, na gestão da ex-prefeita Márcia Moura, alegou que o município estava bem servido de clínicos gerais. O grande problema que a cidade enfrentava, e enfrenta até hoje é a falta de médicos especialistas. Tanto que a prefeitura abriu um concurso público neste ano para a contratação de 135 médicos para tender em diversas áreas.

O salário para médico da família, por exemplo, pode chegar a R$ 20 mil. O salário é de R$ 6,6 mil, com 200% de produtividade. São 32 vagas para médico da família. Para médico pediatra são 10 vagas. O salário é de R$ 3,2 mil, com 150% de produtividade. Para médico plantonista são 30 vagas com salário de R$ 1,1 mil, com escala de revezamento mínimo de 10 plantões mensais de 12 horas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews

VEJA MAIS