Três Lagoas, 26 de outubro
26º C
(67) 99229-0519

Turismo, fonte de renda

Leia editorial do Jornal do Povo deste sábado

Por Redação
18/09/2021 • 12h16
Compartilhar

Indiscutível, Três Lagoas tem um potencial turístico fantástico. Cercada pelas águas dos rios Paraná e Sucuriú, milhares de ranchos e sítios para lazer foram construídos. Famílias e amigos privilegiados desfrutam dessas águas, hoje, não tão piscosas como num passado recente, mas atraentes para a prática de infinidades esportes aquáticos, os quais precisam ser mais estimulados pelo poder público e pelos aficionados  de cada uma  dessas práticas.

A Associação de Pesca é prova viva de quanto se pode fazer em prol da pesca esportiva, que consagra o pesque solte. Passado pouco mais de doze anos, o Torneio de Pesca de Três Lagoas, tornou-se um dos principais do país, atraindo pescadores de todos os recantos do país. Além de divulgar a cidade e suas belezas aquáticas, incrementa o comércio, o setor hoteleiro e bares e restaurantes quando é realizado no Balneário Miguel Jorge Tabox. E, porque as outras modalidades não estão incrementadas? Falta estímulo do poder público, ou os seus simpatizantes estariam  fechados em si mesmos? Certamente não. É preciso que as federações de esportes aquáticos do Estado sejam atraídas para a cidade pelo poder público, que deverá oferecer suporte material e financeiro para que torneios como os que a APTL realiza anualmente aqui também sejam realizados. É grande o número de embarcações do tipo lanchas navegando nos fins de semana pelas águas do Sucuriú. Os seus proprietários vez por outra estão se reunindo para a realização de encontros festivos. Falta institucionalizar esse movimento.

A Secretária Desenvolvimento Econômico e de Turismo do município começa a se mexer neste sentido para incentivar um maior incremento para a usufruição dos ranchos às margens do rio Sucuriú, quando procura a direção da usina de Jupiá – a CTG, para estabelecer facilidades e condições para se instalar píers, passarelas ou trapiches, que vão facilitar a atracagem, o embarque de pessoas em barcos, lanchas e demais equipamentos náuticos. Muito louvável a inciativa, que busca a regulamentação da instalação desses equipamentos e certamente, estimulará mais ainda o acesso às águas, além do incremento do turismo em nossas águas, atraindo pessoas da nossa circunvizinhança.

O Conselho Municipal do Desenvolvimento do Turismo, organismo que precisa ser apoiado poderá em muito contribuir para o incremento e desenvolvimento dessas práticas esportivas e atração de turistas para a cidade, considerando a força das nossas potencialidades das águas que cercam Três Lagoas. Já foi dito que a força do turismo gera tanto emprego e renda como a indústria. O que tarda é o incentivo, já que boa vontade, todos têm.  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews