RÁDIOS
Campo Grande, 18 de julho

Antenas parabólicas tradicionais serão desativadas em 2024

Sinal da antena opera na mesma frequência de novas tecnologias, como é o caso do 5G

Por Fernando de Carvalho
16/11/2023 • 16h00
Compartilhar

Cerca de 114 mil famílias em Mato Grosso do Sul estão aptas a solicitar a troca de suas antenas parabólicas tradicionais por antenas digitais. O prazo para a troca é até o final de 2024.

A troca é necessária porque as antenas parabólicas tradicionais operam na mesma faixa de frequência que o 5G, a nova tecnologia de internet móvel. A convivência das duas tecnologias na mesma faixa pode causar interferências e prejudicar o funcionamento de ambas.

Quem ainda utiliza uma antena parabólica tradicional é a bombeira civil, Gelcinda. Ela conta que a antena é antiga, mas funciona bem. "Eu morava no sítio, e quando vim pra cidade trouxe ela. Minha TV é daquelas de tubo, e a qualidada da imagem é boa e tem vários canais também", explica.

CBN: BANNER DIGIX 01.01 A 30.06.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A troca das antenas parabólicas tradicionais por antenas digitais é feita pela Siga Antenado, uma entidade não governamental responsável pela desocupação da faixa de frequência utilizada pelo 5G.

O presidente da Sigo Antenado, Leandro Guerra, explica que as antenas digitais oferecem uma série de vantagens em relação às antenas parabólicas tradicionais. "As antenas digitais tem mais qualidade de som e imagem, então o telespectador percebe a diferença. As antenas digitais servem para todas as televisões, desde as mais antigas até as mais novas". 

Para solicitar a troca de antena, os interessados precisam ter cadastro no CadÚnico, do governo federal, e devem acessar o site da Siga Antenado e preencher um formulário. A troca é gratuita e a instalação é feita pela equipe da entidade.

A previsão é que o sinal das antenas parabólicas tradicionais sejam desativadas no dia 31 de dezembro de 2024. Por isso, é importante que os usuários que ainda utilizam esse tipo de antena providenciem a troca o quanto antes.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande