RÁDIOS
Campo Grande, 26 de junho

Assembleia cancela sessão e recebe Fórum para debater Rota Bioceânica

Evento conta com a presença do ministro diplomata João Carlos Parkinson e outros nomes importantes para o projeto

Por Nyelder Rodrigues
25/05/2022 • 16h30
Compartilhar

Começa nesta quinta-feira (26), a partir das 7h, a primeira edição do Fórum Integração dos Municípios do Corredor Bioceânico, realizado na Assembleia Legislativa pelo próprio parlamento em conjunto com Governo do Estado, Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) e Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul).

O evento ocorrerá até sexta-feira (26) e, por causa de sua realização, a sessão desta quinta da Assembleia foi cancelada, voltando a acontecer apenas na terça-feira (31). O ministro da carreira diplomática João Carlos Parkinson será um dos presentes no encontro.

"O objetivo é encurtar as distâncias, otimizando as exportações do Centro-Oeste brasileiro a mercados como Ásia, Oceania, Estados Unidos e Chile", frisa Parkison, que já está em Campo Grande, ao comentar a relevância da Rota Bioceânica para o comércio exterior.

TODAS AS PRAÇAS: BANNER FORUM CBN
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Referindo-se à Rota Bioceânica como "o novo canal do Panamá", o embaixador Luis María Krecler, cônsul-geral da Argentina em São Paulo, é outro que também tem participação garantida no Fórum e vê com bons olhos o evento e a Rota.

"A Rota Bioceânica vai fazer com que possamos chegar aos portos chilenos com nossos produtos. Isso é muito importante para o Norte da Argentina, para o Paraguai, para o Mato Grosso do Sul e para o Chile também. Não só para a saída, mas também para a entrada, porque muitos produtos importados da Ásia vão entrar por aqui", disse o cônsul.

Ao todo, 23 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul deverão ser beneficiados pela Rota Bioceânica. Diretamente, o corredor rodoviário incluirá oito municípios: Porto Murtinho, Jardim, Caracol, Bela Vista, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Sidrolândia e Campo Grande.

Já suas atividades devem interferir em outros outros 15: Nova Alvorada, Terenos, Jaraguari, Bandeirantes, Ribas do Rio Pardo, Aquidauana, Anastácio, Dois irmãos do Buriti, Bonito, Ponta Porã, Dourados, Rio Brilhante, Maracaju, Itaporã e Antônio João.

Os debates terão como temática a "Importância da Rota Bioceânica para a Advocacia", "As Vantagens do Corredor Rodoviário Bioceânico e seu Impacto Comercial", "Produção, Infraestrutura e Logística" e "Acordo de Livre Comércio Chile-Brasil".

Também serão discutidos ali "Zonas Francas da Província de Jujuy", "Indicação de custos, disponibilidade de carga e tempo", "Potencial de Carga e as Condições da Malha Oeste" e a "Apresentação da Proposta de Integração do Sistema Ferroviário Bioceânico". A programação completa do evento pode ser vista clicando neste link.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande