RÁDIOS
Campo Grande, 16 de agosto

Delegada afirma que denúncias de violência sexual contra Marquinhos são verdadeiras

Alguns dos crimes apurados são: assédio, estupro da forma tentada, estupro consumado e favorecimento à prostituição

Por Karla Machado/Gerson Wassouf
26/07/2022 • 09h53
Compartilhar

Durante coletiva à imprensa na manhã desta terça-feira (26), a delegada adjunta da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), Maira Pacheco Machado, afirmou que todas as denúncias de violência sexual que envolvem o ex-prefeito de Campo Grande e pré-candidato a governador, Marquinhos Trad (PSD), são verdadeiras.

Tem casos recentes e mais antigos. Muitas vítimas só se sentiram seguras agora, pois não se sentem mais ameaçadas, outras se sentem temerosas por medo de serem reconhecidas”, afirmou a delegada.

Questionada sobre o número de vítimas que já procuraram a polícia, a delegada explica que não pode dizer, pois o inquérito segue em segredo de justiça “Mas, o que eu posso dizer é que há vítimas e há, também, testemunhas”.

A delegada afirmou ainda que as acusações não envolvem apenas o ex-prefeito. “Existem sim outros suspeitos no caso. Quanto à questão de quando vamos ouvir o ex-prefeito, isso será feito por último, para dar tempo de a defesa trabalhar, como é de rotina de tratativas em um inquérito”.

Alguns dos crimes apurados são: assédio, estupro da forma tentada, estupro consumado e favorecimento à prostituição.  Participaram da coletiva, além da delegada, o delegado geral da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, Roberto Gurgel Filho e o diretor do Departamento de Polícia Especializada, Edilson dos Santos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande