RÁDIOS
Campo Grande, 18 de junho

Ministério Público reajusta valores de penduricalhos salariais

Auxílio-creche pago por dependente dos servidores da ativa saltou de R$ 968,12 para R$ 1.064,90 mensais

Por Edir Viégas, colunista CBN-CG
11/06/2024 • 10h30
Compartilhar

Os famigerados penduricalhos salariais que todos os meses engordam os vencimentos dos servidores estaduais que compõem a casta do serviço público tiveram reajuste de 10% no mês passado. Dessa vez, os beneficiados foram os efetivos e comissionados da ativa do Ministério Público Estadual, premiados com reajuste de 10% nos valores do auxílio pré-escolar (mais conhecido como auxílio-creche) e com mesmo percentual sobre a verba indenizatória de plantões. 

A partir de agora, qualquer membro do MPMS que for escalado para semana de plantão terá direito a verba indenizatória semanal no valor de R$ 425,53, um pouco acima do valor anterior, de R$ 386,85. Já o auxílio-creche, pago por dependente de servidor ativo para despesas com berçário, creche, maternal, jardim de infância e pré-escola, passou de R$ 968,12 para R$ 1.064,90.

Os reajustes foram estabelecidos por meios de resoluções assinadas pelo Procurador-Geral de Justiça Romão Avila Milhan Júnior. O reajuste em 10% representa índice quase três vezes superior ao da inflação acumulada nos últimos 12 meses, de 3,70%, segundo o IBGE.

A praga dos penduricalhos salariais consome uma boa soma de recursos públicos e primordialmente beneficiam servidores que estão no topo da carreira no Poder Judiciário (juízes e desembargadores), Defensoria e Ministério Público estaduais.

Confira a coluna na íntegra:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande