RÁDIOS
Campo Grande, 20 de maio

Por R$ 27 milhões, Anel Viário de Bonito vai ser licitado até junho

Benfeitoria para a região turística faz parte de pacote que supera os R$ 300 milhões em investimentos no município

Por Nyelder Rodrigues
12/05/2022 • 10h30
Compartilhar

Em breve uma novidade deve bater à porta dos cidadão de Bonito e beneficiar a principal cidade turística de Mato Grosso do Sul: o Anel Viário do município será finalmente construído e vai desviar todo o fluxo pesado de veículos de carga que hoje passam pela área urbana.

O anúncio da construção foi feito pelo Governo do Estado, que pretende licitar ainda neste primeiro semestre de 2022 a obra. A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) já recebeu o projeto de desvio de tráfego, feito pela prefeitura bonitense.

Ao todo, está previsto o investimento de R$ 27 milhões nessa obra, que faz parte de um pacote que ultrapassa os R$ 300 milhões para a região. O Anel Viário vai contornar a cidade e tem traçado que passa por área onde família vivem atualmente em condições precárias.

RCN 67 TODAS AS PAGINAS: BANNER RCN EM AÇÃO MUSSAK DE 02.03 A 01.06.2022
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

São 60 famílias ali, que serão deslocadas de área ocupada ilegalmente às margens das rodovias MS-382 e MS-178, e remanejadas para casas dignas ao lado do bairro Rio Branco, com estrutura dotada de asfalto, energia elétrica e água encanada.

FLUXO DE VEÍCULOS

Hoje, são mais de 500 caminhões por dia passando por dentro de Bonito, prejudicando a população e também os turistas que ali visitam. O Anel Viária terá 7,6 km de extensão contará com pista dupla, redutores de velocidade e ciclovia.

Além disso, haverão passarels para pedestres e passagem de fauna e gado em trechos que passam por propriedades rurais. Também será construído um túnel sobre a Estrada Boiadeira, antigo corredor de boiada e considerada patrimônio cultural municipal.

Quanto as moradias, elas serão erguidas em terreno doado pela prefeitura de Bonito, e os custos da obra serão pagos metade pelo município, e a outra metade pelo Estado. As obras serão executadas pela prefeitura, com investimento total de R$ 4,9 milhões.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande