RÁDIOS
Campo Grande, 26 de junho

Santa Casa tem déficit de R$ 9 milhões e pronto-socorro lotado

Hospital participou de movimento nacional que chama atenção para crise financeira nas instituições

Por Ingrid Rocha
19/04/2022 • 14h30
Compartilhar

A Santa Casa de Campo Grande está participando nesta terça-feira (19) do movimento nacional “Chega de Silêncio” e anunciou que está com déficit de R$ 9 milhões, mais de 630 pacientes internados através do SUS e o pronto-socorro lotado.

O ato está unindo Santas Casas de todo o Brasil e chama atenção para a crise financeira que as instituições e hospitais filantrópicas vêm enfrentando no país. A dívida do setor já passou dos R$ 20 bilhões, de acordo com a Confederação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Filantrópicos (CMB).

O movimento na capital contou com a presença do presidente da Santa Casa de Campo Grande, Heitor Rodrigues Freire, diretores da instituição, senadora Soraya Thronicke, representantes dos conselhos de saúde e do diretor-geral de assistência especializada da Secretaria de Saúde do Estado, Antônio Lastória.

A Santa Casa de Campo Grande informou que vem aumentando o número de atendimentos da linha privada para tentar reduzir o déficit financeiro.

O dia 19 de abril está mobilizando gestores dos hospitais que atendem pelo SUS em todo o país para tentar sensibilizar as autoridades e evitar o fechamento de outras instituições. Nos últimos seis anos, 315 hospitais filantrópicos fecharam as portas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande