RÁDIOS
Campo Grande, 20 de maio

TRE-MS atualiza estatística sobre o eleitorado

Mulheres somam quase um milhão de eleitoras em Mato Grosso do Sul

Por Redação CBN CG
02/05/2022 • 17h46
Compartilhar

Daqui a exatos cinco meses, no dia 2 de outubro, quase dois milhões (1.883.528) de sul-mato-grossenses voltarão às urnas para eleger os representantes aos cargos de deputado estadual e federal, senador, governador e presidente da República. O total de eleitores foi atualizado pelo Tribunal Regional Eleitoral, TRE-MS, e mostra que 7.234 pessoas se tornaram aptas a votar nos últimos dez dias. 

A estatística sobre o eleitorado em Mato Grosso do Sul revela que mais da metade, 52,8%, dos eleitores é formada por mulheres (994.494 eleitoras) e 47,2% por homens (889.034 eleitores).  Quanto ao grau de escolaridade, o levantamento indica que 25,6% dos eleitores, quase meio milhão de pessoas no Estado não concluíram o Ensino Fundamental (482.859).  Outros 698.980 eleitores completaram o Ensino Médio e Superior. 

Vale lembrar que o prazo final para emitir, transferir ou regularizar o título para votar em 2022 termina na próxima quarta-feira, dia 4 de maio. Os serviços são disponibilizados pela internet e, para quem está em débito com a Justiça Eleitoral, é necessário realizar o pagamento da multa eleitoral de forma on-line.

RCN 67 TODAS AS PAGINAS: BANNER RCN EM AÇÃO MUSSAK DE 02.03 A 01.06.2022
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O comunicado de pagamento da multa vai automaticamente à Justiça Eleitoral, sem necessidade de os eleitores enviarem um comprovante. Mas atenção, após quitar as multas, o eleitor deve conferir se está quite com a Justiça Eleitoral, emitindo a certidão de quitação, no menu “Certidão de Quitação”, localizado na página inicial do TRE-MS. Somente o pagamento da multa não regulariza a situação.

O endereço eletrônico da Justiça Eleitoral é  https://www.tre-ms.jus.br/eleitor/atendimento-virtual

 


 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande