RÁDIOS
Três Lagoas, 24 de abril

Fechamento de acesso no Parque Industrial pela WAY 112 é adiado

Empresa enfatiza que é necessário ter um projeto específico para resolver o problema do acesso ao Parque Industrial do município

Por Talita Matsushita
24/02/2024 • 08h02
Compartilhar

Após um vídeo, divulgado nas redes sociais, onde o prefeito de Paranaíba, Maycol Queiroz e um representante da empresa Way112, concessionária que administra a BR-158, em Mato Grosso do sul, protagonizam uma discussão sobre o fechamento de um acesso clandestino ao Parque Industrial de Paranaíba, o Governo do Estado precisou intervir para buscar uma solução ao impasse.

No vídeo, Maycol diz não aceitar que o acesso simplesmente seja fechado pela concessionária, sem que nenhuma alternativa fosse apresentada pela empresa, já que teria impacto direto em mais de mil trabalhadores do Parque Industrial da cidade.

Diante das reclamações do gestor municipal, o representante da Way112 se retirou da prefeitura, afirmando que o acesso clandestino, a partir de uma avenida até a BR-158, seria bloqueado. Diante do impasse, o caso foi parar no Governo do Estado.

JPNEWS: BANNER RCN NOTICIAS PATROCINADO ATUALIZADO 27.03.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta semana, o prefeito Maycol Queiroz esteve reunido com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Hélio Peluffo, que explicou que será feito um estudo técnico no local e que compreende a posição da concessionária em fechar o acesso, já que é a responsável por garantir a segurança de quem trafega pela BR-158.

O DNIT informou por e-mail encaminhado ao jornalismo do Grupo RCN, que “após a realização de reuniões e audiência pública, ficou decidido que o departamento ficaria responsável pela elaboração de projeto executivo, cujo objeto era a contratação de empresa para execução de serviço de eliminação de pontos críticos em segmento da BR-158 em travessias urbanas de Paranaíba. Foi aberto processo de licitação na modalidade pregão eletrônico, realizado no dia 18 de outubro de 2022, que passou para a fase de diligências, com o objetivo de analisar a documentação enviada pela empresa vencedora do certame.

Nesse ínterim, foi firmado Convênio de Delegação nº 07/2022, entre a União e o Estado de Mato Grosso do Sul, cujo o objeto é a administração e exploração de trecho da BR-158 e da BR-436”.

Sobre o recebimento da emenda parlamentar no valor de R$ 9 milhões, o Dnit esclareceu que “os recursos são alocados na rubrica de obras de manutenção do Dnit. Nesse caso, o recurso será utilizado em outros serviços com as mesmas características realizados pelo departamento”.

Em nota publicada no site oficial, a concessionária informou que, antes de ser iniciada a Concorrência da Concessão, o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul “divulgou amplamente o projeto da concessão à população, aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de demais interessados, em três ocasiões. Nessas situações foi possível endereçar sugestões e contribuições sobre as necessidades dos municípios lindeiros ao projeto, além da possibilidade de impugnação ao edital de licitação”.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas