Três Lagoas, 23 de setembro
25º C
(67) 99229-0519

Homem é preso após agredir e tentar esganar ex-mulher

Além de socos e chutes no rosto da vítima o autor teria tentado asfixiá-la

Por Alfredo Neto
15/09/2021 • 12h06
Compartilhar

Um homem de 30 anos foi preso em flagrante por violência doméstica após deixar a ex-convivente com várias lesões devido à um espancamento praticado pelo autor na madrugada desta quarta-feira (15) na rua Issac Marques Garcia, residencial Eco Ville 1, região Oeste de Três Lagoas.

A Polícia Militar foi chamada por volta da meia-noite, para atender uma ocorrência de violência doméstica no local, ao chegar no apartamento denunciado os militares encontraram à vítima, uma mulher de 27 anos, com sangramento abundante no nariz e vários hematomas pelo corpo. Dentro do apartamento os policiais avistaram várias marcas de sangue na parede e perguntaram para à vítima o que teria ocorrido.

Para os policiais a mulher disse que há seis meses vem se desentendendo com o ex-marido e recentemente resolveram se separarem, mas ainda convivem no mesmo apartamento. Nesta noite de terça-feira o homem teria chegado embriagado e discutido com a mulher, depois da discussão o agressor teria partido para cima da mulher e agrido a vítima com socos e tentado esgana-la. Segundo a vítima após o autor derruba-la com um soco e tentado esgana-la com as mãos, ainda desferiu chutes contra seu rosto enquanto ela estava caída.

O autor confirmou a versão da mulher dada aos policiais militares e recebeu voz de prisão e entregue na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Após prestar depoimentos, o agressor recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido para uma das celas da delegacia, de onde será levado para o Presídio de Segurança Média local e aguardará pela audiência de custódia.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews

VEJA MAIS