RÁDIOS
Três Lagoas, 14 de abril

Livros religiosos e de autoajuda são os mais vendidos

A popularização desse tipo de livro deve continuar em alta em 2024

Por Sidney Cardoso
28/03/2024 • 12h36
Compartilhar

Você deve ter ouvido falar várias vezes que a leitura é fundamental para relações em sociedade, e, de fato, o hábito de ler livros é comprovadamente benéfico para pessoas de todas as idades e realidades sociais.

A escritora três-lagoense, Cilene Queiroz, inspira esse sentimento por livros. Autora de várias obras, aos 62 anos de idade, ela é uma das grandes incentivadoras da leitura. "Eu acho uma maravilha. Porque, desde que as pessoas estejam procurando livros e a Deus é válido", expressou.

Segundo levantamento do sindicato nacional dos editores de livros, o gênero não ficção trade é o mais vendido, no país. Os livros dessa categoria são de autoajuda, obras religiosas e biografias.

JPNEWS: BANNER RCN NOTICIAS PATROCINADO ATUALIZADO 27.03.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O professor e psicólogo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Adailson Moreira, avalia que livros religiosos e de autoajuda têm o propósito da pessoa trilhar seu próprio caminho e assumir seus próprios atos.

"Situações dolorosas e difícil de lidar impulsionaram pela procura profissional, com o aumento das demandas por psicoterapia e, também, o consumo de livros de autoajuda para aliviar os sintomas", explicou o professor e psicólogo, Adailson Moreira.

Ainda segundo o professor, a procura por livros de autoajuda cresce também devido a problemáticas coletivas e individuais, que podem impactar diretamente na saúde mental das pessoas. Entre os livros mais vendidos, o de não ficção trade foi o único gênero que apresentou crescimento nos últimos anos.

O levantamento mostra a importância da leitura. Os livros de não ficção tiveram aumento de 2,66 pontos nas vendas. Mas também foi o que ficou mais caro. A popularização desse tipo de livro deve continuar em alta em 2024, uma vez que o livro "café com deus pai", que apresenta reflexões diárias pautadas pela religião cristã, é o mais vendido no país até o momento.

Em 2022, a média de preço de um livro dessa categoria era de 41 reais e 57 centavos. Já em 2023, o valor ficou em 46 reais e 64 centavos, um aumento de 12,21 por cento. Mas independente dos motivos e gênero, que o apreço pela leitura permaneça cada vez mais vivo no dia a dia das pessoas, e que esses números sejam cada vez mais positivos dentro da sociedade.

Confira na reportagem abaixo: 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas