RÁDIOS
Três Lagoas, 16 de junho

Outono é marcado por falta de chuvas, mas MS pode registrar queda de temperatura

Há mais 20 dias de estiagem, nova frente fria deve chegar entre 15 e 16 deste mês, no estado

Por Israrel Espíndola
11/06/2024 • 10h50
Compartilhar

Em Três Lagoas, a última frente fria que derrubou as temperaturas, inclusive com chuva, foi no final do mês maio. De lá pra cá, o que se apresenta é uma amplitude térmica acentuada, com aquele friozinho pelas manhãs, mas no decorrer do dia, se mantém altas temperaturas.

O Outono é a estação de transição entre o Verão quente e úmido e o Inverno frio e seco, principalmente no Brasil Central. Há duas semanas para o início do Inverno, o Outono tem sido marcado pela escassez de chuvas.

Já os períodos de estiagem sido mais intensos, situação que deixa em alertas para as queimadas urbanas e florestais, que agravam à saúde humana. Em Três Lagoas, a população tem encontrado meios para amenizar esse tempo seco, que afeta, principalmente, idosos e crianças.

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesse período de tempo mais seco é fundamental as pessoas cuidarem da saúde com muita hidratação e usar protetor solar nos horários mais críticos. Uma estratégia adotada pela dona de casa, Neuza Torres Barbosa, é manter os cômodos da casa mais úmido possível. “A gente coloca pano e toalha molhada ou bacia com água na janela, o que tem ajudado bastante”, contou.   

De acordo com a previsão do tempo, às vésperas da nova estação, este cenário deve perdurar até o próximo final de semana quando uma nova frente fria chega em Mato Grosso do Sul e deve muda o tempo, como explicou o meteorologista Natalio Abraão.

“A partir de 15 e 16 de maio deve chegar uma frente fria que será muito significativa, poque ela deve trazer muito nebulosidade, com pancadas de chuvas fortes até o Centro-Sul de Mato Grosso do Sul, aumentando a umidade e quebrando esse processo de estiagem, que persiste há mais de 20 duas em todo o estado”, explicou o meteorologista Natalio Abraão.   

Depois desta frente fria, o tempo volta a ficar seco. O inverno só começa oficialmente no dia 21 de junho às 17h51, horário de Brasília, para a maior parte do território brasileiro.  

Para a próxima estação não são esperados extremos de frio ou calor, mas sim um equilíbrio entre os dois, com tendência de mais dias com temperaturas elevadas que o normal, mas ainda assim períodos de frio ao longo da estação, para Mato Grosso do Sul.

Ainda de acordo com o meteorologista, o inverno será marcado por chuvas irregulares, com longos períodos de estiagem. Ainda no Outono teremos dias quentes e de baixos valores da umidade relativa do ar.

Veja na reportagem abaixo: 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas