RÁDIOS
Três Lagoas, 22 de julho

Três Lagoas supera Campo Grande no ranking de competitividade

Levantamento apresenta realidade socioeconômica das 411 cidades com mais de 80 mil habitantes

Por Ana Cristina Santos
23/11/2021 • 15h37
Compartilhar

Três Lagoas é a 87º cidade mais competitiva do país, de acordo com a segunda edição do Ranking de Competitividade dos Municípios, realizado pelo CLP (Centro de Liderança Pública) em parceria com a Gove e a Seall.  Todos os resultados do levantamento foram apresentados nesta segunda-feira (22), em São Paulo.

A capital nacional da celulose subiu 24 posições em 2021, se comparada a primeira edição do Ranking de Competitividade dos Municípios, realizada em 2020.  Campo Grande, aparece em 99º no ranking nacional. A capital do Estado caiu 6 posições em relação ao levantamento de 2020.

O município de Barueri (SP) se destaca como o mais competitivo do país, seguido por São Caetano do Sul (SP), Florianópolis (SC), São Paulo (SP), Vitória (ES) e Curitiba (PR). A novidade é que a capital catarinense ultrapassou a capital paulista e agora figura no top-3 do levantamento, enquanto Vitória (ES) roubou uma colocação de Curitiba (PR). Por outro lado, as cinco piores colocadas seguem localizadas no estado do Pará: Moju, Breves, Tailândia, Tucuruí e Cametá.

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CENTRO OESTE

No Centro Oeste, a cidade melhor colocada na região foi a capital de Goiás, Goiânia, que ocupa a 79ª colocação, uma melhora de 11 posições em relação à última edição. Na sequência, Três Lagoas, e Campo Grande, completam a lista dos três representantes da região Centro-Oeste entre os 100 municípios do país com melhor desempenho.

Segundo o levantamento, apesar do contexto de desempenho mediano para os municípios da região Centro-Oeste do país, a busca por melhorias da competitividade regional deve ser aprimorada levando-se em consideração, inclusive, diferenciações de desempenho intrarregional.

De acordo com o estudo, os potenciais de Três Lagoas são: o acesso à saúde, telecomunicações, qualidade da saúde, segurança, capital humano, saneamento, inovação e dinamismo econômico.

Os desafios de Três Lagoas, conforme o levantamento são: Sustentabilidade fiscal, inserção econômica, acesso à educação, funcionamento da máquina pública, meio ambiente e qualidade da educação.

OBJETIVO

O levantamento tem o objetivo de mostrar como a competição no setor público é um elemento fundamental à promoção da justiça, equidade e desenvolvimento econômico e social dos municípios para garantir serviços públicos de mais qualidade à população.

Nesta segunda edição do Ranking de Competitividade dos Municípios, foram avaliados os municípios brasileiros com população superior a 80 mil habitantes pela estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2019. Neste cenário, 411 cidades compõem o levantamento, correspondendo a 59,75% da população brasileira (126,52 milhões de habitantes). Em 2020, 405 municípios foram avaliados.

Todos os municípios foram avaliados a partir de 65 indicadores, distribuídos em 13 pilares temáticos e 3 dimensões consideradas fundamentais para a promoção da competitividade e melhoria da gestão pública dos municípios brasileiros. Os pilares são: Sustentabilidade Fiscal, Funcionamento da Máquina Pública, Meio Ambiente, Acesso à Saúde, Qualidade da Saúde, Acesso à Educação, Qualidade da Educação, Segurança, Saneamento e Meio Ambiente, Inserção Econômica, Inovação e Dinamismo Econômico, Capital Humano e Telecomunicações.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas