RÁDIOS
Três Lagoas, 18 de junho

Uma pessoa morre e outra fica ferida em acidentes simultâneos na BR-158

Vítima fatal tinha 56 anos e havia colidido a moto que pilotava na traseira de uma pick-up

Por Alfredo Neto
10/06/2024 • 11h39
Compartilhar

Dois graves acidentes automobilísticos mobilizaram o Corpo de Bombeiros, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite deste domingo (9), nas proximidades da ponte sobre o rio Sucuriú, na rodovia BR-158, em Três Lagoas.

Por volta das 19h30, o Corpo de Bombeiros foi acionado para atender a uma colisão entre dois carros na BR-158, onde uma pessoa estava presa nas ferragens. No local, os militares encontraram um homem, de 35 anos, consciente e orientado, com um corte profundo e fratura de fêmur na perna direita. Após ser retirado das ferragens, a vítima foi levada ao Pronto Socorro do Hospital Auxiliadora pela ambulância dos bombeiros.

No mesmo momento e a poucos metros dali, o Samu atendia um segundo acidente. Um motociclista, de 56 anos, colidiu com a moto na traseira de uma pick-up, sofrendo traumatismo de face e traqueia, o que resultou em uma parada cardiorrespiratória. Após alguns minutos de massagem cardíaca, a equipe do Samu conseguiu reanimar a vítima e mantê-la estável para o transporte ao Pronto Socorro do Hospital Auxiliadora. Identificado como Reginaldo Marques da Silva, ele sofreu lesões gravíssimas e, apesar dos esforços médicos, não resistiu e faleceu às 6h30, desta segunda-feira (10). O corpo foi levado ao Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) para exame necroscópico antes de ser liberado para a família.

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Usuários da rodovia BR-158 têm reclamado da falta de sinalização adequada, especialmente em trechos sendo recapeados que ainda não receberam a pintura de orientação das divisões de pista e balizamentos laterais.

Em resposta, o superintendente do Departamento Nacional de Transportes (Dnit) em Três Lagoas, Milton Marinho, afirmou que a responsabilidade pela segurança dos usuários da via durante a reforma é da empresa terceirizada contratada. Segundo ele, a empresa deve seguir normas de orientação de tráfego, como a instalação de placas indicando obras à frente, locais de pare e siga, e outros sinais de segurança.

Sobre a pintura da via, Marinho explicou que a empresa foi contratada para recapear a rodovia e posteriormente realizar a pintura das faixas centrais e laterais. O processo de pintura demanda tempo para garantir que o material seja fixado corretamente, evitando problemas futuros.

Marinho também destacou que a empresa já iniciou as marcações ao longo do trecho reformado e que a partir desta segunda-feira, o trabalho de pintura seria iniciado. Ele ressaltou a necessidade de colaboração dos usuários em respeitar os limites de velocidade e manter uma distância segura entre veículos para evitar acidentes.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas