BRASIL

Governadores continuam otimistas sobre derrubada do veto à lei dos royalties do petróleo

Governador ainda elogiou a atuação de toda a bancada sul-mato-grossense

Por Redação
21/12/2012 • 15h23
Compartilhar

Os governadores dos Estados não produtores de petróleo se mantêm otimistas quanto à possibilidade de derrubada do veto presidencial à lei que estabelece nova forma de divisão dos royalties pela exploração na camada pré-sal. De acordo com o governador André Puccinelli, durante a semana foram intensas as discussões em Brasília, e, em fevereiro, quando o veto deve ir à votação, os gestores estarão novamente no Congresso Nacional para garantir a derrubada.

“No dia 5 de fevereiro estaremos lá”, confirmou, destacando que a nova lei representa a justiça com os cidadãos dos demais Estados, que assim como os produtores de petróleo também têm direito ao benefício financeiro que virá dessa riqueza nacional.

Mato Grosso do Sul terá direito a cerca de R$ 150 milhões anuais com a aprovação da lei. “São mais R$ 81 milhões para os municípios e aproximadamente R$ 69 milhões para o Estado”, explicou Puccinelli, sobre como ficaria a distribuição dessa nova receita.

O governador ainda elogiou a atuação de toda a bancada sul-mato-grossense, que está trabalhando unida em favor de defender esse direito do Estado.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Brasil

VEJA MAIS