RÁDIOS
Campo Grande, 30 de junho

Incineradas 20 toneladas de drogas apreendidas na região de fronteira com o Paraguai

Em menos de um mês o total de entorpecentes incinerados em Ponta Porã soma quase 35 toneladas

Por Redação CBN CG
15/06/2022 • 18h30
Compartilhar

A Polícia Federal destruiu 20 toneladas de entorpecentes em Ponta Porã-MS, nesta quarta-feira (15). A ação autorizada pela Justiça faz parte da 24ª Semana Nacional de Políticas sobre Drogas, que ocorre no mês de junho. O carregamento foi incinerado em um forno industrial e é resultado de apreensões realizadas desde o mês passado na região de fronteira com o Paraguai. 

Outras 14,5 toneladas de drogas já haviam sido incineradas no dia 19 de maio, também com apoio da agroindústria São Francisco e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa. Nos últimos meses tem aumentado o volume de drogas apreendidas em Mato Grosso do Sul e, somente em um flagrante, no último dia 11, foram encontradas 16,1 toneladas de maconha que estavam escondidas em meio a um carregamento de soja. 

Policiais durante incineração de drogas em Ponta PorãAgentes da PF durante incieração de drogas em Ponta Porã - divulgação SRPF/MS

Na próxima semana, nos dias 23 e 24 de junho, representantes de países vizinhos vão discutir, em Brasília, na sede do Palácio da Justiça, a  integração das polícias sul-americanas ao Centro de Cooperação Policial Internacional (CCPI) para fortelecer o combate ao narcotráfico e às organizações criminosas.

Além do intercâmbio de dados de inteligência, devem ser desenvolvidas ações integradas e planejamento de investigações criminais conjuntas baseadas nos resultados da Operação Nova Aliança, realizada desde 2010 na região de fonteira com o Paraguai.  A operação reúne agentes da Polícia Federal, principalmente de Mato Grosso do Sul, e da Secretaria Nacional Anti-drogas do Paraguai, Senad, e tem sido referência para a cooperação internacional no controle do tráfico e na descapitalização das organizações criminosas.

Neste ano, até o mês de abril, foi apreendido o equivalente a R$ 776 milhões em insumos pertencentes às organizações criminosas, de acordo com dados do Ministério da Justiça.


 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande