RÁDIOS
Campo Grande, 13 de julho

Justiça de MS está entre as mais caras do país

Dado vem da 21ª edição do relatório 'números do judiciário 2024', divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça. Conselheiro Federal da OAB no CNJ falou sobre o assunto na CBN

Por Gerson Wassouf
13/06/2024 • 12h00
Compartilhar

Há poucos dias, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou a 21ª edição do relatório ‘números do judiciário 2024’, com uma radiografia do setor judiciário referente ao ano de 2023. Os dados mostram que a justiça de Mato Grosso do Sul é apontada como uma das mais caras do país, mesmo sendo um tribunal de pequeno porte comparado aos tribunais de São Paulo e Minas Gerais. O tema chama a atenção para os custos estaduais e, em entrevista ao Jornal CBN Campo Grande nesta quinta-feira (13), o Conselheiro Federal da OAB no CNJ, Mansour Elias Karmouche, falou sobre o assunto.

"Tem sido feitos muitos investimentos para dar mais fluxo no trabalho judiciário e isso tudo acaba encarecendo a justiça. Mas são investimentos necessários para dar mais vazão nesse processo, atendendo a advocacia e o jurisdicionado. Acho que esse é o objetivo, bom gastos são feitos para atender o cidadão", afirmou Karmouche.

Confira a entrevista completa:

CLIQUE AQUI e entre no canal de notícias da CBN CG

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande