RÁDIOS
Campo Grande, 14 de julho

Rádio CBN Campo Grande completa quatro anos de história

Desde 2017, a rádio que toca notícias leva informação de qualidade aos ouvintes sul-mato-grossenses

Por Isabelly Melo
01/12/2021 • 09h16
Compartilhar

A Rádio CBN Campo Grande completa quatro anos de atuação em Mato Grosso do Sul nesta quarta-feira (01). Com grande peso e renome nacional a rádio CBN chegou a vir para Mato Grosso do Sul pela primeira vez nos anos 90, mas foi em 2017 que a rádio que toca a notícia chegou para ficar.

Sob o comando e olhar visionário do empresário Rosário Congro Neto, Campo Grande e Rádio CBN se uniram pelas ondas do rádio há quatro anos. “Os quatro anos de rádio CBN é de extrema relevância e de muita satisfação para o grupo RCN de comunicação. Nós fizemos uma opção em plantar uma rádio só de notícias em Campo Grande porque verificamos que ao mercado carecia uma emissora de rádio que fosse 100% noticiosa, e nós estamos colhendo ano após ano um crescimento de audiência, um sucesso que enche a gente de orgulho. Nós nos sentimos muito satisfeitos com os resultados que temos alcançado no rádio campo-grandense.”

A primeira transmissão oficial aconteceu no dia 1 de dezembro de 2017, há a exatos quatro anos. Pioneira no modelo All News, segundo o diretor executivo da rádio Estevão Congro, a CBN chegou a Campo Grande com a missão de ser referência no jornalismo regional impactando diretamente mais de um 1,5 milhão de habitantes em vinte e cinco cidades e distritos de Mato Grosso do Sul.

CBN: BANNER DIGIX 01.01 A 30.06.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Muito feliz da decisão que tomamos em optar em nos filiarmos numa rede que tem tamanha credibilidade. Hoje fala pra mais de 80 milhões de brasileiros das capitais é a maior rede de rádios e Campo Grande e não poderia ficar de fora nem o estado do Mato Grosso do Sul de ter uma emissora que leva a notícia 24 horas ao longo da sua programação, através dos seus cronistas e também dos entrevistados e toda a equipe gerando uma grande gama de notícia com grande credibilidade ao longo do dia”, disse.

Fincada em raízes regionais através do grupo RCN de comunicação, pioneiro na comunicação em Três Lagoas e em outras regiões do Estado, a CBN é formada por profissionais experientes de longo tempo no mercado, e por promessas do jornalismo regional apostando em pautas bem apuradas fontes de materiais de credibilidade. A rádio que toca notícia ajuda a formar a opinião da população, papel essencial do jornalismo, de acordo o presidente do Sindijor, Walter Gonçalves.

“Quatro anos em que a população da cidade tem recebido informação de qualidade e opinião de qualidade. CBN Campo Grande é informação e prestação de serviço, essa é a função do rádio jornalismo e ganham os ouvintes CBN que são os mais informados.” (Com colaboração de Marcus Moura)

Desde política passando pelas pautas de saúde, educação até a cultura, a fidelidade dos ouvintes é a confirmação do papel social da CBN, propósito reafirmado por Antônio Francischini, ouvinte assíduo da rádio que toca notícia.

“Do rádio instalar num carro luxuoso, do empresário ao radinho ligado em um curral na fazenda. Foi inaugurado a CBN aqui em Campo Grande, a rádio que toca notícias, que escuto desde sempre, pois eu e minha esposa somos antenados em informações. Aproveito para parabenizar toda e hoje mais poderosa com os correspondentes em todas as regiões do estado. Parabéns a todos.”

Com quatro anos na bagagem e ainda muito combustível para gastar, a CBN reforça diariamente o compromisso com a informação de qualidade. Com os colunistas da casa, entrevistados, correspondentes, estagiários e jornalistas. Tudo para que você ouvinte da CBN forme a sua opinião e saiba o que acontece no seu bairro, na sua cidade, no estado onde você mora, no Brasil e no mundo.

“Nós queremos nesse primeiro de dezembro celebrar com muita alegria, com muito regozijo essa data. Eu quero aqui fazer um agradecimento público a população sul-mato-grossense que tem sintonizado a nossa emissora buscando informação, entretenimento, esporte, orientação sobre os mais diversos assuntos”, finaliza Dr Rosário.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande