RÁDIOS
Campo Grande, 15 de julho

"Rios e lagos não são locais para banho", alerta major do corpo de bombeiros

Jovem de 22 anos morreu após se afogar em lago de condomínio localizado em Jaraguari; local deve ser vistoriado nesta semana

Por Giovanna Dauzacker
15/11/2021 • 16h45
Compartilhar

O local em que o jovem de 22 anos morreu após se afogar nesse domingo (14), não é adequado para banho. O chefe da comunicação social do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul (CBMMS), major Fábio, explica que rios e lagos não são considerados seguros para receber público. O caso aconteceu em um condomínio localizado em Jaraguari, município que fica a 55km de Campo Grande.

“Tratava-se de um jovem que estava no lago nadando e afundou, se submergiu e não voltou mais, vindo a se afogar. O corpo de bombeiros foi acionado, deslocou quatro viaturas e, juntamente com mergulhadores de resgate, trabalharam por cerca de 3h até localizar o corpo da vítima, em óbito”, explica o major.

As equipes do corpo de bombeiros devem retornar ao local durante a semana para realizar vistoria.

CBN: BANNER DIGIX 01.01 A 30.06.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele orienta para que antes de entrar em balneários e até piscinas, é necessário checar se os locais possuem sinalização. “Procurem lugares que conheçam e que vão garantir sua segurança, que tenham placas de sinalização, dispositivos como boias, guarda-vidas, para que assim, possa curtir de forma muito mais segura”.

Outra orientação é para evitar brincadeiras que coloquem a segurança em risco dentro da água, como “briga de galo”, “caldo” competições de apneia (segurar o fôlego), entre outras e mergulhos “de ponta” em locais que não possuam conhecimento sobre a profundidade e relevo subaquático.

Em situações de afogamento, quem estiver por perto não deve tentar salvar a vítima tentando pegá-la na água. “Tente jogar algo para que ela possa se segurar, como galho, boia, algo para apoiá-la para que possa sair do local”, orienta.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande