RÁDIOS
Paranaíba, 23 de janeiro
31º C

Casos de Covid disparam no início de 2022 e H3N2 faz primeira vítima

Aumento de casos de Covid e síndrome gripal faz Secretaria de Saúde ativar Central de Atendimento

Por Alex Santos
15/01/2022 • 07h30
Compartilhar

As festas de fim de ano fizeram disparar o número de casos de Covid-19, em Paranaíba. Segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, de 10 a 12 de janeiro, a cidade registrou 142 nos casos positivos de contaminação pela doença. 
No dia 27 de dezembro de 2021 a realidade era bem diferente em Paranaíba.

Com o avanço da vacinação no município, a Secretaria de Saúde monitorava apenas dois casos positivos da doença. 

Devido ao número baixo de casos e pouca procura da população por atendimento, a Secretaria de Saúde optou por desativar a Central de Atendimento da Covid, porém, passados cerca de 12 dias do anúncio, a unidade foi novamente reativada após explosão de casos de Covid-19 e síndromes gripais.

PARANAIBA: BANNER PORTAL RCN 67 DE 20.12 A 01.03.2022
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atualmente são 149 casos ativos no município; três casos suspeitos sendo investigados e apenas um paciente da região com diagnóstico positivo internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa. 

Paranaíba registrou 5.367 casos confirmados desde o primeiro registro da doença, no dia 10 de abril de 2020.

O aumento expressivo de contaminação pela Covid é acompanhado pela secretaria de saúde, que enfatizou a importância da vacinação na proteção de casos graves e mortes.

“Estamos vivendo um aumento de número de casos muito expressivo e um espaço de tempo muito curto. Felizmente não vem acompanhado de aumento de casos graves e internações devido a nossa alta cobertura vacinal”, destacou Franciani Mariano Forni, secretária de saúde.

Desde o começo da campanha, em Paranaíba, iniciada no dia 20 de janeiro de 2021, o município já aplicou um total de 72.074 doses de vacina contra a Covid-19. Segundo o Setor de Imunização, mais de 33 mil pessoas receberam a primeira dose e cerca de 30 mil completaram o esquema de vacinação com a segunda, incluindo as vacinas de dose única e reforço.

Conforme Celso Costa, coordenador do setor, “a vacinação da segunda dose em grande parte da população, diminuiu os impactos dessa nova onda, mas ainda causa preocupação. O esforço executado para vacinação trouxe resultados benéficos em um momento tão crítico”, destacou.

INFLUENZA

Além da Covid-19, outra preocupação é com os casos de gripe Influenza H3N2 no município. Só em 2021, houve o registro de 419 notificações de Influenza, segundo dados do boletim da Secretaria de Estado de Saúde.
A Vigilância Epidemiológica confirmou na quinta-feira (13) a morte de um homem de 62 anos, por influenza H3N2. O homem morreu no dia 8 de janeiro. É o primeiro óbito causado pelo vírus registrado em Paranaíba neste ano.
 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Cultura FM 106,3 - Paranaíba