RÁDIOS
Três Lagoas, 04 de março

Homem é preso ao tentar vender TV furtada para a própria vítima

Horas após televisão ser levada da residência, suspeito foi até o portão da vítima oferecer a TV

Por Alfredo Neto
12/02/2024 • 18h56
Compartilhar

Um homem de 37 anos foi preso por receptação e ameaça, após a Rádio Patrulha da Polícia Militar ser acionada para atender a uma ocorrência de furto, na tarde desta segunda-feira (12), na rua Itacil Pereira Martins, bairro Santos Dumont, zona sul de Três Lagoas.


Por volta de 15h e 30 minutos, a vítima ligou no telefone 190 da  Polícia Militar, informando que estava em casa quando avistou um homem saindo do interior da residência e pulando o muro que faz divisa com um terreno baldio. O ladrão conseguiu levar uma TV de 32 polegadas.


Militares da Rádio Patrulha realizaram buscas mas não localizaram o suspeito do furto. Já às 17h30, a vítima retornou a ligação para a PM informando que uma pessoa, em atitude suspeita, estava em frente sua casa tentando vender o aparelho de TV que havia sido furtado horas antes da residência.

JPNEWS: BANNER RCN NOTICIAS PATROCINADO ATUALIZADO 23.02.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Rapidamente, a Rádio Patrulha chegou ao local e abordou o suspeito. Questionado sobre a televisão, o homem disse aos policiais que não teria furtado, mas recebido o aparelho de outro usuário de drogas, que o teria aconselhado a tentar vender a TV furtada para a própria vítima.


Mesmo preso em flagrante, o homem não revelou quem seria o comparsa. Na delegacia, enquanto os militares realizavam o registro do boletim de ocorrência, ele teria ameaçado a vítima, dizendo: “Eu vou na casa dela, cobrar esse B.O.”, o que na gíria dos criminosos significa vingança. 


Além de responder pelo crime de receptação, o homem também foi autuado por ameaça de morte. Ele tem várias passagens na polícia por furto e, recentemente, cumpriu pena por furto. Estava em liberdade há apenas 20 dias.

O suspeito foi levado à carceragem da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas