Três Lagoas, 20 de setembro
34º C
(67) 99229-0519

Partidos se articulam na disputa pelo governo de MS em 2022

Por Ana Cristina Santos
24/07/2021 • 13h02
Compartilhar

Os partidos políticos de Mato Grosso do Sul já se articulam e começam a definir os pré-candidatos na disputa pelo governo do Estado para as eleições de outubro de 2022, quando os eleitores vão escolher presidente e vice-presidente, bem como os representantes na Câmara Federal, Assembleia Legislativa e Senado Federal. 

Alguns partidos já tem definido seus pré-candidatos, outros ainda avaliam aqueles com mais chances de concorrerem na disputa, bem como possíveis alianças partidárias.

O PSDB do governador Reinaldo Azambuja já definiu que o pré-candidato do partido é o atual secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, que disputará pela primeira vez o cargo de governador. 

JPNEWS: CONQUISTA SEGUROS BONIFICAÇÃO CONTRATO 37546
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na semana passada, o presidente estadual do partido, Sérgio de Paula, esteve em Três Lagoas, junto com o pré-candidato do partido, e se reuniram com filiados do PSDB para discutir as eleições do próximo ano. “O partido está organizado no Estado. É o partido com maior número de vereadores e prefeitos, além de ter nossa liderança maior, o governador Reinaldo Azambuja”, destacou Sérgio de Paula.

O presidente do diretório estadual do partido disse que o pré-candidato do PSDB, Eduardo Riedel, está preparado para administrar o Estado e tem boa aceitação dentro do partido. Destacou também que o PSDB está conversando com os aliados em busca de apoio.

OUTROS NOMES 
Além do PSDB, o PT também diz que pretende lançar candidato ao governo. José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT já se colocou à disposição do partido para tentar voltar a governar o Estado. Zeca, no entanto, já ressaltou que o partido pode até abrir mão de candidatura próprio em troca de apoio a candidatura do ex- presidente Lula.

O MDB também pretende lançar o ex-governador André Puccinelli como candidato ao governo.  Caso Puccinelli não dispute as eleições de 2022, o partido cogita lançar a atual senadora Simone Tebet, que já declarou a preferência em disputar à reeleição, mas que também pode sair candidata à presidência da República. 

O atual prefeito de Campo Grade, Marquinhos Trad (PSD), também aparece na lista dos possíveis candidatos ao governo. A  senadora Soraya Thronicke também aparece na relação e pode ser a candidata do PSL. 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews

VEJA MAIS