RÁDIOS
Três Lagoas, 27 de maio

Prefeitura vai abrir licitação para manutenção da iluminação pública

Serviço de iluminação pública tem sido alvo de reclamações no munícipio

Por Ana Cristina Santos
16/04/2024 • 10h49
Compartilhar

O serviço de iluminação pública, em Três Lagoas, sempre foi alvo de reclamações. Nos últimos anos, no entanto, a prefeitura aumentou os investimentos na manutenção com a substituição de lâmpadas de vapor de sódio por LED. Apesar dos investimentos, ainda existem muitas reclamações por lâmpadas queimadas e trechos de ruas escuras, tanto de bairros quanto na área Central da cidade.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito informou que recebe diversas reclamações sobre a empresa responsável pela manutenção da iluminação pública, que não atender aos chamados. No entanto, após verificação dos fiscais da pasta, constatou-se que em muitos casos não houve chamamento por parte dos populares à empresa responsável.

Desse modo, a secretaria destaca que o número para solicitação de manutenção da iluminação pública é o 67 2104-0271, sendo que o chamado pode ser feito por ligação ou mensagem através do WhatsApp.

JPNEWS: BANNER  CASA DOS SONHOS CONTR. 28807 01.02 A 31.10.2024 ATUAL. 05.04.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A prefeitura enfatizou ainda que o atual contrato com a empresa está em fase de finalização e uma nova empresa assumirá o trabalho, o que deverá reduzir o número de reclamações e problemas de reparos.

Desde o final de 2020, a Prefeitura de Três Lagoas assumiu o serviço de iluminação pública. Antes, a manutenção era de responsabilidade da Elektro, distribuidora de energia elétrica. Mas, conforme resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), desde 2010 a competência passou a ser dos municípios. A Prefeitura de Três Lagoas, por sua vez, terceiriza o serviço.

Confira a reportagem abaixo:

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas