RÁDIOS
Campo Grande, 15 de julho

Diabetes é responsável por 12 mil amputações em 2021 no Brasil

Segundo endocrinologista da Unimed Campo Grande, doença silenciosa se manifesta em 17 milhões de brasileiros todos os anos

Por Thais Cintra
17/11/2021 • 15h09
Compartilhar

Informações divulgadas pelo Ministério da Saúde, apontam que de janeiro a setembro de 2021, foram realizadas 12 mil cirurgias de amputações de membros inferiores, como pés e pernas, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), decorrentes da diabetes. O número equivale à média de 46 procedimentos por dia e é 4,18% maior do que o registrado no mesmo período de 2020 (12.132 amputações). Segundo Ana Carolina Wanderley Xavier, endocrinologista da Unimed Campo Grande, a doença é uma das principais causas de cegueiras e insuficiência renal, o que reflete aumento nos tratementos de hemodiálise. 

“Essas são as complicações microvasculares. Nós temos as complicações macro vasculares, infarto e AVC (o derrame). Temos dois tipos principais, o 1 que vem na criança por alterações na imunidade e o tipo 2, mais frequente em adultos. O tipo dois tem como prevenir conhecendo os fatores de risco da doença”, explicou.

Conforme levantamento realizado pelo Ministério da Saúde, pessoas com diabetes apresentam potencial para o surgimento de úlceras nos pés, uma das complicações mais comuns e que podem levar à amputação de um membro ou parte dele.  Estima-se que 25% dos pacientes com diabetes desenvolverão pelo menos uma úlcera do pé durante a vida.

Um dado da International Diabetes Federation, de 2019, ressaltou que, mundialmente, a cada 20 segundos um membro inferior - pé ou perna - é amputado em decorrência das complicações da diabetes. Acompanhe:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande