RÁDIOS
Campo Grande, 26 de junho

Em seis meses, MS registra 92 mortes por influenza

Principais vítimas são idosos a partir dos 60 anos, mais de 70% dos óbitos do estado

Por Ingrid Rocha
23/06/2022 • 09h30
Compartilhar

Mato Grosso do Sul já contabiliza 92 mortes por influenza em 2022. O número é considerado o segundo maior na série histórica do estado.

As principais vítimas foram os idosos a partir dos 60 anos, representam mais de 70,7% das mortes em MS. Além disso, tiveram óbitos também de crianças de até 9 anos (1,1%) e de pessoas com idades entre 20 e 59 anos (28,2%).

Em seis meses, o estado se aproxima da marca de 2016, quando foram contabilizadas 103 mortes no ano inteiro.

TODAS AS PRAÇAS: BANNER FORUM CBN
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os dados são do boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde e foram divulgados nesta semana.

O estado tem 7.068 notificações e 316 casos confirmados.

Em Mato Grosso do Sul, a campanha de vacinação contra a influenza tem tido baixa adesão. A meta era imunizar 90% dos grupos prioritários, mas ela não foi atingida. O último levantamento da SES aponta que entre crianças, gestantes e puérperas, o total de vacinados não chega à 40%. Já de idosos, indígenas e trabalhadores da saúde fica abaixo de 70%.

A baixa adesão à campanha surpreendeu a Secretaria Estadual de Saúde, que esperava uma procura maior, segundo a coordenadora estadual de Vigilância Epidemiológica, Ana Paula Rezende.

“Eu achei que esse ano a gente ia conseguir atingir a meta facilmente, justamente por tudo que a gente vivenciou em 2020 e 2021 e não, a gente teve que prorrogar a campanha, pois precisámos atingir esses grupos que são mais vulneráveis. A gente pede mais uma vez que a população tenha consciência.”.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande