RÁDIOS
Campo Grande, 18 de julho

Encontro do CRMV-MS prepara profissionais para o resgate de animais em desastres

Médicos veterinários, zootecnistas e biólogos de vários estados estão reunidos em Campo Grande para capacitação em cuidados com animais vítimas de eventos extremos, como os incêndios florestais

Por Gerson Wassouf
21/11/2023 • 11h30
Compartilhar

O Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV/MS) promove em Campo Grande, a partir desta terça-feira (21), o I Encontro das Comissões de Desastres Envolvendo Animais. Serão três dias de intensa programação para disseminar conhecimento e capacitar os profissionais para atuarem no resgate de animais em desastres ambientais, sejam, incêndios, enchentes ou tempestades.

A abertura foi na sede do CRMV/MS na capital e, a partir de amanhã, as palestras e debates serão realizados no auditório da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).

O assunto é de extrema importância, sobretudo em Mato Grosso do Sul, onde os incêndios florestais voltaram a causar grandes prejuízos nas últimas semanas, a exemplo das queimadas registradas na região pantaneira, berçário de reprodução de milhares de espécies. 

CBN: BANNER DIGIX 01.01 A 30.06.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"São muitas dificuldades encontradas nesses ambientes de incêndio, inclusive de condicionamento com a situação, de lidar com o fogo e a fumaça, muitas vezes o profissional acaba não resistindo e desiste. Há também dificuldade logística, como o acesso aos locais, o deslocamento de medicação, de alimentos, é tudo muito oneroso logisticamente [...] Então por isso a capacitação em um evento como esse é tão importante, para que esses profissionais estejam preparados para atuarem em desastres", afirma a professora Dra Paula Helena Santa Rita / UCDB - CRMVMS, Coordenadora operacional do Gretap-MS.

A coordenadora do Grupo de Resgate Técnico Animal do Pantanal (Gretap) ainda afirmou que não se pode mensurar quantos animais foram resgatados e o quanto da fauna foi perdida no incêndio que atingiu o Pantanal recentemente, esses dados ainda estão sendo levantados pelos bombeiros. Mas, de acordo com ela, as maiores ocorrências de resgates acontecem com aves e répteis, e os profissionais mantém um posto de atendimento avançado em Miranda, lugar estratégico frente ao combate ao incêndio no bioma, para atender os animais resgatados.

Membros das Comissões Estaduais de Desastres em Massa Envolvendo Animais (Médicos Veterinários e Zootecnistas) de diversas regiões do país estão participando do encontro na capital e, entre eles, está Paloma Ambrosio, bióloga e membra da comissão de Minas Gerais que, inclusive, já atuou em resgates no Pantanal.

Paloma Ambrósio

"Eu sou membra também do grupo de resgate animal de Belo Horizonte e nós atuamos aqui em 2020 junto ao Gretap. É uma situação muito preocupante, a gente tem que se preparar o quanto antes. Temos que nos habituar a treinar sempre nesse tipo de ambiente. Lidar com fogo não é fácil, temos que nos cuidar em primeiro lugar, temos que saber como lidar com a alta temperatura, quais equipamentos levar para socorrer o animal, qual tipo de animal que há naquele bioma, naquela fauna. Isso tudo altera diretamente o nosso trabalho", conta a bióloga.

Atualmente em Mato Grosso do Sul, o Gretap possui cerca de 20 veterinários, sete biólogos e dois zootecnistas. Além dos técnicos de campo, há principalmente acadêmicos sendo treinados e capacitados para atuarem futuramente. A maior parte dos profissionais se concentram nos municípios de Campo Grande e Corumbá, mas há representantes em Miranda, Bonito e treinamentos sendo realizados em Costa Rica para aumentar o número de profissionais prontos para atuarem pelo estado.

Capacitação

As inscrições continuam abertas para o curso de Capacitação Técnica em Desastres, oferecido na modalidade à distância (EAD). O curso está disponível para participantes de todo o território brasileiro e habilitará esses profissionais para atuação direta no resgate e assistencialismo de animais vítimas de desastres ambientais. 

A Capacitação aborda temas como ética no trabalho em desastres, triagem a vítimas e níveis de atendimento emergencial, aporte nutricional básico, técnicas de contenção de animais silvestres e de companhia, entre outros.

O curso é gratuito e está disponível no portal do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMVMS).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande