RÁDIOS
Campo Grande, 15 de julho

Gastos em Rio Brilhante somam quase R$ 400 mil com serviços mecânicos nunca realizados

Para apurar desvio de verbas públicas, Operação Dark Card cumpre mandados de busca em Campo Grande, Dourados e Maracaju

Por Giovanna Dauzacker
30/11/2021 • 11h48
Compartilhar

A 3ª fase da operação Dark Card deflagrada em Rio Brilhante nesta terça-feira (30), apura o desvio de verba pública por meio do sistema coorporativo. Segundo o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Dracco), uma oficina mecânica na cidade recebia dinheiro da prefeitura, para a prestação de serviços mecânicos e aquisição de peças que nunca foram realizados. Em quatro meses o município gastou quase R$ 400 mil somente na oficina. 

No total foram cumpridos três mandados de busca em Dourados, três em Campo Grande e um em Maracaju, sendo apreendidos computadores e documentos. Conforme a Dracco, o Delegado Alexandre Neves, representou pela prisão preventiva de dois empresários responsáveis pela oficina, que estão foragidos.

Além deles, outros dois ex-servidores do município tiveram a prisão preventiva decretada. Eles já estão presos, em decorrência das operações anteriores, onde foi apurado o desvio de verbas públicas em postos de combustíveis.

Foram expedidos também, sete mandados de busca e apreensão em oficinas mecânicas e outros escritórios, que estão relacionados à oficina alvo da operação. A operação contou com o apoio do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Dracco), delegacia de Nova Alvorada, SIG de Dourados e Delegacia de Maracaju. Um total de 40 policiais estiveram engajados na operação.

Com Informações da Assessoria Foto: divulgação Dracco 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande